Celebridades

Bianca Andrade conta como enfrentou o puerpério de sua gravidez

Bianca Andrade, mais conhecida como Boca Rosa, contou em entrevista a revista Marie Claire, como lidou com o puerpério após dar a luz ao seu primeiro filho, Cris. O bebê é fruto de seu relacionamento com o influenciador Fred.

3 min de leitura
20 Set 2021 - 15h38 | Atulizado em 20 Set 2021 - 15h38

A influenciadora e empresária Bianca Andrade, mais conhecida como Boca Rosa, comemorou nesse final de semana, o mesversário de seu filho Cris, fruto de seu relacionamento com o também influenciador Fred. Bianca deu entrevista a revista Marie Claire e contou um pouco sobre seu novo projeto “Mãe na Real”, onde compartilha sua vivência no puerpério.


Bianca Andrade e Fred comemoraram os 2 meses do filho Cris nesse final de semana. (Foto: Reprodução/Instagram)


Cris nasceu em Julho desse ano, após um trabalho de parto de mais de 20 horas. Bianca conta como começou a lidar com as questões físicas e emocionais que a gravidez trás “Foi uma montanha-russa, muitos altos e baixos. Em alguns dias, eu ficava insegura e triste por conta de todas as mudanças do meu corpo, tive muitas estrias e espinhas", conta ela à Marie Claire. A empresária diz que tentava se acalmar e que se sentia a mulher mais incrível do mundo, por ser a “casinha de seu bebê”, naquele momento.


A influenciadora e empresária é mãe do pequeno Cris, de 2 meses. (Foto: Reprodução/Instagram)


Diante de tantas questões que uma mamãe de primeira viagem enfrenta, Bianca decidiu fazer um documentário chamado “Mãe na Real”, onde ela relata sua experiência no pós-parto e traz depoimento de profissionais da saúde, para falar a respeito sobre a gravidez “Nós sempre falamos muito do parto, da gravidez em si, mas o puerpério é algo pouco explorado e estou levantando cada vez mais essa bandeira. O meu não foi nada fácil", admite. "Para passar por tudo, tive ajuda da minha obstetra, principalmente em questões sobre saúde mental. Cheguei até mesmo a pensar que estava com depressão pós-parto, mas o nome do que eu tive era baby blues, que é um sentimento que as mulheres geralmente têm no puerpério”, explica.

Famosos lamentam a morte de Luis Gustavo

Bruno Gagliasso leva o filho para ver jogo em estádio da Espanha

Adele posta pela primeira vez nas redes sociais foto com o namorado Rich Paul

Na entrevista dada para Marie Clarie, Bianca contou que como sua rotina mudou desde que soube que seria mãe “O que mais mudou foram os meus horários, principalmente o de dormir e o de acordar. Antes do neném, eu sempre fui muito noturna, era a menina da madrugada. Às sete da noite era o momento que eu começava a ficar mais elétrica, e depois do bebê foi o contrário. Agora, dez ou onze da noite já estou morrendo de sono e acordo cedo. Para mim, foi uma grande mudança”, disse Bianca.

A influenciadora também contou que teve uma rede de apoio e que isso foi um privilégio em sua gravidez. Bianca disse que conversou com outras mães, para conhecer um pouco mais sobre suas experiencias e que se cercou de profissionais “Eu tive uma excelente rede de apoio, o que é um grande privilégio. Durante a minha gravidez, eu praticamente montei um time para o Cris, com muito cuidado. Além disso, conversei muito com outras mamães, sobre experiências com a maternidade, assim eu conseguia ir me identificando e fazendo as minhas próprias escolhas. Estudei bastante e me rodeei de profissionais.”

 

 

 

(Foto destaque: Bianca Andrade fala as mudanças que sofreu no puerpério. Reprodução/Instagram)

Deixe um comentário