Celebridades

Angelina Jolie cria conta no Instagram e divulga carta de jovem afegã para dar voz à todos que lutam pelos direitos humanos básicos

Angelina Jolie cria conta no Instagram e divulga carta de jovem afegã para dar voz à todos que lutam pelos direitos humanos básicos.

3 min de leitura
21 Ago 2021 - 16h30 | Atulizado em 21 Ago 2021 - 16h30

A atriz Angelina Jolie tomou a decisão na última sexta-feira(20), de criar uma conta no Instagram para poder publicar a carta que recebeu de uma jovem afegã. A atriz comentou em sua primeira publicação: “No momento, o povo do Afeganistão está perdendo sua capacidade de se comunicar nas redes sociais e de se expressar livremente. Então, vim ao Instagram para compartilhar suas histórias e as vozes das pessoas em todo mundo que lutam por seus direitos humanos básicos”.

A atriz relembrou que há vinte anos atrás esteve no Afeganistão duas semanas antes que ocorresse o atentado terrorista de 11 de Setembro nos EUA.  Segundo Angelina: “Lá encontrei refugiados afegãos que haviam fugido do Talibã. Isso foi há 20 anos”.Jolie demonstrou toda sua revolta com relação às últimas notícias do que está acontecendo no Afeganistão após o grupo Talibã ter retomado o poder. De acordo com Jolie: “É revoltante ver os afegãos sendo deslocados mais uma vez por causa do medo e da incerteza que tomou conta do país. Gastar tanto tempo e dinheiro, ter sangue derramado e vidas perdidas apenas para chegar a isso é uma falha quase impossível de entender”.

Segundo a atriz: “Assistir por décadas como refugiados afegãos – algumas das pessoas mais capazes do mundo – são tratados com um fardo também é repugnante. Sabendo que, se tivessem as ferramentas e o respeito, o quanto fariam por si mesmos. E conhecer tantas mulheres e meninas que não só queriam uma educação, mas lutavam por ela. Como outros que estão comprometidos, não vou me afastar. Continuarei procurando maneiras de ajudar. E eu espero que você se junte a mim”.


Angelina Jolie posta carta enviada por menina afegã. Reprodução/Instagram


A identidade da jovem afegã que escreveu a carta foi protegida, porém, nos trechos descritos podemos ver todo o medo dessa adolescente: “Um dia, eles vieram a nossa casa e ficamos com tanto medo que depois daquele dia pensei em como seria a hora de ir para a escola nessa situação [...] Todos nós perdemos nossa liberdade e estamos presos novamente”.

https://lorena.r7.com/post/Luisa-Sonza-fala-sobre-as-mudancas-na-sua-vida-Sou-grata-ao-universo-por-isso

https://lorena.r7.com/post/Apos-ser-excluido-de-inventario-filho-de-Mussum-entra-na-Justica-contra-os-irmaos

https://lorena.r7.com/post/Cameron-Diaz-diz-nao-saber-como-maes-conseguem-criar-filhos-sem-babas-Sao-super-heroinas

De acordo com o relato da adolescente: "Tínhamos direitos, éramos capazes de defender nossos direitos livremente. Mas quando eles vieram ficamos com medo deles, e achamos todos os nossos sonhos acabaram”.O relato dessa adolescente traduz bem o desespero do povo afegão após a retomada do poder pelo grupo extremista Talibã que a população mundial tem acompanhado através dos noticiários e das redes sociais.

 

(Foto destaque: Angelina Jolie cria conta no Instagram e divulga carta de jovem afegã para dar voz à todos que lutam pelos direitos humanos básicos. Reprodução/Twitter)

Deixe um comentário