Angélica fala no ‘Bate-Papo No Limite’ sobre sua saída e desentendimento com Íris

Publicado 19 de May de 2021 às 12:42

No ‘Bate-Papo No Limite’ desta terça-feira (18), foi marcado com a presença da segunda eliminada do reality, Angélica. Ela comentou com Ana Clara como foi assistir a sua participação. "Foi maravilhoso porque a gente descobre várias coisas. Eu queria entender o motivo, a justificativa das pessoas. Gostei que teve um empate, que metade da tribo queria que eu ficasse lá. Então, não foi unânime. Que para mim já é uma ótima vantagem. Então está tudo certo, a decisão é deles", falou sobre seus votos ficarem empatados com Gleici, que logo após o empate, aconteceu uma segunda votação e ela que levou a maioria.

No Limite: equipe de Íris pede desculpas após polêmica com Ariadna

No Limite: Angélica é a segunda eliminada do programa

Paula Amorin teve sua preparação para o 'No Limite', junto com o Minotauro

Sobre a sua saída a ex-participante descreve: "Não, não esperava sair tão cedo. Mas eu tinha uma visão de jogo diferente, por exemplo, da Gleici. A questão da amizade, ter pessoas que você já conhecia... Isso acaba influenciando no jogo. O Kaysar ter votado em mim pode ser uma questão de influência da amiga dele."

E respondendo sobre a sua estratégia no jogo: "Tinha a estratégia de fazer a Miss Simpatia. Porque eu sou muito sorridente na vida real. E para não ter a visão de 'casca grossa' ou da 'mãe'. E dar o meu melhor, que foi o que eu fiz".


 

Angélica no 'Bate-Papo No Limite' (Reprodução: TV Globo)


Aproveitando a conversa com Ana Clara, Angélica falou sobre os gestos que levaram a Íris achar que estava faltando com respeito. "A Prova do Privilégio foi na véspera do aniversário do meu filho, prometi pra ele que faria esse gesto (da flecha) e ainda disse: 'pega essa flecha, moleque'. Era um gesto para me conectar com meu filho e ela erroneamente fez julgamento de desrespeitosa", afirmou.



(Reprodução: Twitter)

A ex-participante continuou comentando sobre a frase da colega. "Ela falou assim: 'lembro dela no BBB, abusada'. Abusada ok, sou abusada na minha, caso contrário não saía da Bélgica para estar aqui. Quando pensam na Íris, lembram do triângulo amoroso. Eu fui falar disso? Não. Não vou torcer para ela, mas quero que ela entenda a não julgar os gestos. Abusada sim, desrespeitosa jamais", disse.

Aos 39 anos e mãe de três filhos, ela afirmou que estava com muita saudade"A Maria (caçula de dois anos) não podia nem me ver por câmera antes de eu confinar. Estou doida pra abraçar, ver, tem um bom tempo que ela não me vê", comentou.

(Foto destaque: Angélica fala no ‘Bate-Papo No Limite’ sobre sua saída e desentendimento com Íris. Reprodução: TV Globo)

Deixe um comentário