Cinema/TV

‘A Lenda de Candyman’ assusta concorrência e assume primeiro lugar nas bilheterias norte-americanas

Novo Candyman surpreende nas bilheterias dos EUA. Filme de Nia Da Costa é uma sequência direta do terror dos anos 90 e conta com Jordan Peele como produtor chefe.

3 min de leitura
30 Ago 2021 - 03h39 | Atulizado em 30 Ago 2021 - 03h39

Superando as expectativas, o filme ‘A Lenda de Candyman’ arrecadou US$ 22.3 milhões em seu primeiro final de semana em cartaz nos cinemas norte-americanos, superando produções como ‘Free Guy’ e ‘Patrulha Canina’. A produção dirigida por Nia Da Costa (The Marvels) ainda bateu a importante marca de ser o primeiro filme dirigido por uma mulher negra a alcançar o primeiro lugar nas bilheterias. Ao redor do mundo, o suspense fez US$ 5.2 milhões em países da Europa e América do Sul, totalizando uma abertura global de US$ 27.5 milhões.

O valor não é suficiente para pagar os US$ 25 milhões gastos no orçamento, mas possibilita um bom retorno financeiro caso não tenha uma queda brusca na arrecadação nas próximas semanas. O aclamado cineasta Jordan Peele (Corra!) foi produtor e roteirista dessa sequência do clássico de 1992. Em entrevista ao Bloody Disgusting, ele elogiou o trabalho de Nia Da Costa na direção e exaltou a importância cultural do filme original.
 
“Acho que o que Nia realmente fez foi explorar a raça em todos os níveis, desde o desconfortável até o totalmente devastador. E ela manteve uma história de amor no centro. Uma trágica história de amor, exatamente como no original. O Candyman original é um dos meus favoritos. É um filme muito influente para mim, principalmente porque nós não tínhamos um Freddy ou Jason negros. Quando Candyman apareceu, foi muito ousado, catártico e assustador. Este foi um dos filmes que me disse que os negros podem ficar horrorizados”.

Tony Todd em O Mistério de Candyman. (Foto: Reprodução/Universal Pictures)

https://lorena.r7.com/post/Filmes-da-Netflix-e-Amazon-sao-os-primeiros-na-lista-de-exibicao-para-o-juri-do-Oscar-2022
https://lorena.r7.com/post/Conheca-os-principais-papeis-de-Chadwick-Boseman-o-eterno-TChalla-que-faleceu-a-um-ano
https://lorena.r7.com/post/Shang-Chi-007-e-Respect-A-Historia-de-Aretha-Franklin-sao-os-grandes-lancamentos-de-setembro-nos-cinemas
 
Dirigido pelo cineasta britânico Bernard Rose, ‘O Mistério de Candyman’ contava a história de Helen Lyle (Virginia Madsen), uma pesquisadora de lendas urbanas que se interessa pela lenda de Candyman (Tony Todd). Quando ela começa a desvendar a verdade sobre vários assassinatos cometidos num conjunto habitacional pobre, percebe que o mito pode ser mais real do que pensava. O novo filme funciona como uma sequência direta dos eventos do original, colocando um casal negro como protagonistas e explorando situações de brutalidade policial presentes na sociedade norte-americana. Jordan Peele explica as inspirações e conexões com a primeira história, ele afirma:
 
“Candyman é uma figura eterna, e o que fizemos com essa versão dele foi nos concentrarmos na conexão - tentamos trazer à tona a conexão com o fato de que esta é uma epidemia de violência contra corpos negros neste país. Candyman não pode ser apenas singular, ele é um conceito. Ele é uma história. Ele é um bicho-papão. E isso significa que ele ultrapassa as fronteiras do tempo”.
 
‘A Lenda de Candyman’ chegou aos cinemas brasileiros na última quinta-feira (26). No elenco temos Yahya Abdul-Mateen II (Aquaman), Teyonah Parris (WandaVision), Colman Domingo (A Voz Suprema do Blues), Vanessa Estelle Williams (O Mistério de Candyman) e Nathan Stewart-Jarrett (Generation).
 
(Foto Destaque: Yahya Abdul-Mateen II em A Lenda de Candyman. Reprodução/Universal Pictures/Twitter)

Deixe um comentário