Arquitetura

'Segui o tempo todo minha intuição e meu coração sem deixar a razão de lado' – Camila Klein

O escritório ‘Camila Klein Arquitetura e Interiores’ imprime um estilo moderno e aconchegante nos projetos desenvolvidos, que tem como princípio básico "prestar atenção à individualidade de cada projeto".

3 min de leitura
30 Jul 2021 - 08h00 | Atulizado em 30 Jul 2021 - 08h00

Uma das mais influentes arquitetas no ramo atual, dona de uma das mais sofisticadas cores e texturas em diversos Projetos Maravilhosos: Camila Klein é nossa entrevistada de hoje!

Camila sempre foi apaixonada por Arquitetura e fez com que sua paixão se tornasse seu trabalho, algo que faz com todo carinho e cuidado.


Camila Klein. (Foto: Reprodução/Assessoria)


Nascida na cidade de São Sebastião do Caí (RS), Camila Klein estudou na Unisinos e se formou em 2005. Após terminar a graduação, veio para a cidade de São Paulo onde tudo mudou, principalmente quando entrou na equipe de trabalho do conceituado arquiteto Ruy Ohtake. De lá para cá, Camila tem feito sucesso no escritório que leva seu nome. Também atua como Digital Influencer, virando criadora de conteúdo sobre gestão de seu negócio, tanto que hoje palestra pelo Brasil com o tema #compartilhandoexperiências, além de ser colunista da Casa Vogue Online.

O escritório Camila Klein Arquitetura e Interiores imprime um estilo moderno e aconchegante nos projetos desenvolvidos, que tem como princípio básico "prestar atenção à individualidade de cada projeto". Sua marca traz leveza e sofisticação em um mesmo contexto; a arquiteta Camilla se considera moderna, mas possui uma alma clássica.


Camila Klein. (Foto: Reprodução/Assessoria)


O alto comprometimento com prazos e qualidade tornou-se realidade, pois a arquiteta supervisiona sua equipe. Composta por profissionais altamente qualificados e principalmente aprimorados para atender as necessidades de todos os clientes. O escritório já assinou mais de 800 projetos e é a fonte de inspiração de Camila Klein para gerir o seu trabalho.


Camila Klein. (Foto: Reprodução/Assessoria)


Em que momento da vida decidiu escolher sua profissão? Teve apoio dos seus pais?

CK: Não houve momento específico. Lembro da minha mãe e minha prima apontando uma qualidade minha em montar e desmontar casinhas de Barbie. E eu tinha prazer em fazer a ambientação dessas casinhas. Por que não, Arquitetura na minha vida? Aí que meus olhos brilharam e nunca me arrependi.

 

Quais os principais desafios de sua carreira tendo saído do interior de São Paulo?

CK: Os maiores desafios que eu encontrei ao chegar na capital foi a temperatura do ar, que é muito mais seco, e fora isso, a grande aglomeração de pessoas nas ruas nunca foi um problema para mim; essa “ebulição” de pessoas me davam muito mais vigor para que eu pudesse ir trabalhar. A cada dia que passava eu me sentia mais cidadã de São Paulo.

 

Qual foi o projeto que foi um marco na sua carreira?

CK: O grande e o maior projeto da minha vida foi a concepção do nascimento da minha filha, pois vi um novo mundo e descobri um amor até então desconhecido por mim.


Projeto "Decoração para Todos". (Foto: Reprodução/Assessoria)


 

Como surgiu a ideia de produzir o fotolivro "Quarentena"? Qual a mensagem que você gostaria de passar para as pessoas?

CK: A ideia do fotolivro era passar para minha filha de 6 anos o que foi e o que está sendo esse momento de quarentena, onde todos tivemos que nos adaptar a um novo formato de vida. Tem uma frase que mexe muito comigo, que é: “Espero nunca sentir falta de parte do que passamos, do sofrimento que nos trouxe até aqui e que por muito tempo nos aprisionou dentro de casa... mas com certeza isso tudo passará a ser leve e natural, mas sem esquecer os momentos em que precisamos conviver com muita facilidade entre quatro paredes”.

 

O projeto "Decoração para Todos" tem quais diferenciais? Por que desse projeto?

CK: Eu sempre acreditei que a decoração seria para todos e para todas as classes sociais, independente do seu padrão de vida. E por acreditar nisso, eu me debrucei e dei forma ao produto que chamo de Packing e onde, de acordo com o ticket disponibilizado pelo Cliente, eu pudesse fazer uma decoração adequada dentro das condições do Cliente. Foi uma explosão de um novo produto com uma assinatura!

 

Como surgiu a oportunidade de ser colunista da Casa Vogue Online?

CK: Meu trabalho passou a ser reconhecido dentro das responsáveis pela marca da Vogue. E em determinado momento, eles precisavam mudar de endereço, porém rapidamente, com muita exclusividade e bom gosto, proporam um budget apertado e aceitei o desafio e este foi o grande segredo da contratação do meu escritório. É um dos Projetos que mais gosto, pois seguiu um modelo que veio do exterior e foi tropicalizado por mim.


Sobre o projeto de decoração. (Foto: Reprodução/Assessoria)


O que mais gosta de escrever em sua coluna?

CK: O que mais me motiva a falar em minha coluna é poder trazer a realidade para dentro das casas das pessoas, de uma forma fácil e de grande valia para aqueles que querem mudar algum conceito de suas residências.

 

Como faz para dimensionar o seu tempo, já que ainda trabalha como Influencer e é uma empresária de sucesso?

CK: Não posso deixar de mencionar o grande time de profissionais mais do que qualificados que estão junto a mim no dia a dia e que reforçam meu melhor lado de criação, seja para a área que for, online ou projetando e fazendo com que o sucesso daqueles itens em que eu passo a colocar minhas mãos virem um diferencial para cada produto.

 

Conte-nos um pouco sobre seus trabalhos de Mentoria e do Curso Online de Como Gerenciar um Escritório.

CK: A mentoria partiu de um desejo advento dos términos das minhas palestras, onde boas partes dos ouvintes pediam para continuar a conversa e que gostariam de ter um conhecimento maior. Foi daí que nasceu a mentoria com boa parte dos alunos que já me conheciam. Já o Curso Online é uma forma de levar a todo Brasil aquilo que vivenciei ao longo da minha jornada desde a universidade até os dias de hoje, de forma fácil e intuitiva.

 

Quais são os seus Projetos no momento?

CK: Juntamente com minha equipe, são Projetos residenciais de grande porte, além de escritórios corporativo em Lages, consideravelmente grande e que possuem prazo e cronograma extremamente apertados, dos quais me colocam sempre em um desafio que é o que mais gosto: o de me superar!

 

O que não pode faltar no ambiente assinado por Camila Klein?

CK: Iluminação nas marcenarias, forros, e detalhes inusitados são os grandes pontos fortes dos meus Projetos, trazendo personalidade e tornando-o único e exclusivo, pensando para cada um dos Clientes e suas necessidades.


Sobre o Projeto de decoração. (Foto: Reprodução/Assessoria)


Como você define um ambiente com elegância e modernidade?

CK: Para atingir esses dois itens, é importante ter em mente que as cores e texturas fazem parte de um ambiente ímpar. Uma vez que, a mescla de ambos trazem o aconchego e ao mesmo tempo muita elegância para composição das cores e forma dos móveis que serão escolhidos para cada um dos ambientes, claro tudo com muito carinho e atenção. Já a modernidade pode ser encontrada em espaços multiusos, ou seja, que são duplamente utilizados pelo proprietário, além de toda tecnologia de automação atrelada ao baixo consumo de energia.

 

Quais foram os Projetos mais desafiadores de sua carreira?

CK: Um dos Projetos foi uma grande abóboda encontrada na Casa Cor, em sua área externa, ocupando um grande espaço e que foi erguida na modelagem que foram molhadas e tomaram forma a partir da modelagem manual dos profissionais envolvidos na execução. O mesmo ganhou um pé direito muito alto, uma envergadura fora do comum, um espaço físico interno amplamente aproveitado.

 

Quais suas fontes de inspiração para criação de seus Projetos?

CK: Sou extremamente atenta a tudo o que se passa ao meu redor, desde ao espaço, pessoas transitando, vitrines de lojas, músicas, ou até mesmo um cheiro, podem me remeter durante a criação a um espaço totalmente exclusivo e belo para meus Clientes. Minha cabeça é um grande HD de imagens das quais eu pincelo para cada um dos Projetos.

 

Quais são as tendências que você mais gosta no momento?

CK: Há um bom tempo que venho explorando tons metalizados para pequenos detalhes e até mesmo para grandes e volumosos espaços que possam ser percebidos e notados, pois esses materiais são atemporais, e ornam ao entorno dele.

 

O que é necessário para ter um lar confortável e adaptável no cenário de um mundo pandêmico.

CK: Minha mesa de trabalho, por exemplo, é deslocável. Ela tem rodízios e posso deslocá-la para os mais variáveis ambientes em minha casa, e assim poder dar um melhor da Arquiteta Camila para aquele projeto. Trazendo essa referência, a mobilidade é para mim um grande diferencial para que não haja rigidez em nenhuma demanda fixa de local a ser trabalhada, dando opção de escolha para adaptação.


Sobre o projeto de decoração. (Foto: Reprodução/Assessoria)


Como você se adaptou a esse momento? De que forma a sua área foi afetada?

CK: Passamos a olhar em nossos Projetos nos ambientes de varanda como mais que especiais, principalmente nesse período, pois é ali que tudo acontece, onde a família precisa transitar ou mesmo permanecer por um longo espaço de tempo em grande harmonia. Nada melhor do que uma bela conjugação de cores e texturas para o maior sucesso e adaptação para as famílias.

 

O que mais sente falta de fazer? Sabemos que ama esquiar. Seria a primeira coisa a fazer depois desse período?

CK: De fato, esquiar é uma forma de libertação e, a cada ano que passa, torna-se uma paixão maior ainda nos esportes para mim. É claro que já está na minha lista de viagens para fora do Brasil e, assim que possível, farei essa viagem com minha companheira.


Sobre o projeto de decoração. (Foto: Reprodução/Assessoria)


Como descreveria Camila e seu trabalho?

CK: A pessoa física e a pessoa jurídica fizeram uma fusão há muitos anos. Isso não tem problema algum para mim, pois aprendi a viver com muita qualidade de vida, com cronogramas, equipe qualificada, organizações e a origem de criação de cada Projeto para cada Cliente em especial.


Sobre o projeto de decoração. (Foto: Reprodução/Assessoria)


Seus Projetos para 2021 são...

CK: Rezar para que todos nós possamos ser vacinados e enfrentar com menos medo e maior força frente a essa pandemia. Veja o lado de bom para este ano, onde as famílias já passaram a entender que o novo formato de vida passou e passará a ser aquele de maior integração com aquelas pessoas que amamos durante boa parte do tempo.

 

Quais os conselhos que você daria para os que estão começando?

CK: Não tive ninguém para me orientar na carreira, segui o tempo toda minha intuição e meu coração, sem deixar a razão de lado. Tenha fé e acredite que Deus está à frente de tudo e lhe mostra o caminho que deve ser seguido. Isso é uma grande ferramenta e um grande passo para todos que estão começando. Não tenham pressa para se formar, se dediquem aos estágios e se aprimorem neles, pois são esses que lhe darão uma grande bagagem para uma vida toda!

 

 

 

Foto destaque: Camila Klein fala sobre projeto de decoração. Reprodução/Assessoria.

Deixe um comentário