Tech

Xiaomi promete produção automobilística para 2024

O presidente-executivo da multinacional chinesa Xiaomi, Lei Jun, revelou que a empresa de produtos eletrônicos começará a produzir seus próprios carros elétricos inteligentes a partir do primeiro semestre de 2024.

3 min de leitura
20 Out 2021 - 19h10 | Atualizado em 20 Out 2021 - 19h10

O presidente-executivo da multinacional chinesa Xiaomi, Lei Jun, revelou que a empresa de produtos eletrônicos começará a produzir seus próprios carros elétricos inteligentes a partir do primeiro semestre de 2024.

Para reforçar a informação, o diretor do departamento internacional de marketing da empresa, Zang Ziyuan, utilizou sua conta na rede social chinesa de microblogging, Weibo, para compartilhar o anúncio.


Empresa chinesa, especializada em tecnologia, anuncia divisão em veículos elétricos e promete produção para o primeiro semestre de 2024. Reprodução: Matheus Slodkowski/Getty Images


A multinacional chinesa, especializada no ramo da tecnologia e na manufatura de eletrônicos, revelou também que a divisão deverá um investimento adicional de, aproximadamente, US$ 10 bilhões nos próximos dez anos.

A empresa que, atualmente, é conhecida pelo desenvolvimento e produção de smartphones, notebooks, fones, televisões e dispositivos para “casas inteligentes”, foi fundada em 2010 e é tida como a empresa de tecnologia recém-lançada mais valiosa do mundo.   

Prestes a investir numa nova divisão, a Xiaomi entra para o grupo de empresas do setor tecnológico que, nos últimos anos, apresentaram interessem na área na área automobilística, como Xpeng, NIO, BYD e a Foxconn. Recentemente, o gigante tecnológica, que integra o grupo Hon Hai Technology, principal fornecedor da Apple, apresentou três protótipos de carros elétricos e informou que a expectativa é de que os modelos cheguem ao mercado até 2023.

Confira os preços dos novos Macbooks da Apple

Edtech Inova Mais: Transforma a educação superior no Brasil com tecnologia e praticidade

Instagram anuncia teste de nova "função" após apagão mundial

Com um SUV, um sedã e um ônibus elétrico, a maior fabricante de produtos por contrato do mundo declarou que até 2020 já havia investido cerca de US$ 355 milhões e que pretende aumentar o investimento nos próximos dois anos.

Outra gigante da tecnologia que demonstrou interesse na divisão dos carros elétricos foi a Sony. A multinacional japonesa mostrou, durante a CES 2020, em Las Vegas, seu protótipo. O modelo, batizado de “Vision S”, conta dois motores e tecnologias de modelos autônomos de nível 4.

 

 

Foto Destaque: Reprodução/Getty Images

Deixe um comentário