Notícias

WhatsApp contrata novo diretor para o Brasil e busca lucro por meio das mensagens

A Meta, dona do WhatsApp, está buscando acelerar o processo de monetização do aplicativo no Brasil, para isso, ela contratou o primeiro diretor do WhatsApp do Brasil e planeja lucrar em cima das mensagens.

3 min de leitura
30 Ago 2022 - 15h07 | Atualizado em 30 Ago 2022 - 15h07

O Brasil é o país que mais utiliza o WhatsApp no mundo, segundo alguns estudos, estima-se que 165 milhões de brasileiros usam o aplicativo (aproximadamente 77,8% da população). A partir disso, a Meta, dona do WhatsApp desde 2014, encontrou a possibilidade de lucrar com o grande uso de seu aplicativo no Brasil. Assim, ela planeja tornar a plataforma paga somente para empresas que usam dos seus serviços para entrar em contato com seus clientes, o restante da população brasileira continuará a usar a ferramenta de forma gratuita.

Para acelerar esse processo de monetização da empresa, a Meta contratou pela primeira vez um diretor responsável por comandar a operação do WhatsApp no Brasil. Guilherme Horn, que já trabalhou em empresas do mercado financeiro como a Órama Investimentos, o banco BV e a corretora Ágora, foi selecionado para o cargo em março deste ano. De acordo com ele, o WhatsApp quer oferecer a mesma qualidade de sempre em suas mensagens, sendo que as empresas deverão pagar por um serviço melhor e as pessoas físicas continuarão a usar gratuitamente a plataforma.


Guilherme Horn, primeiro diretor do WhatsApp no Brasil (Foto:Divulgação)


“A mensageria de negócios é um conceito simples e novo. É extrapolar a relação de conversas que os brasileiros têm como pessoa física para as empresas. O consumidor está cansado de aplicativos ou sites frios, ou seja, nos quais ele não fala com ninguém nem tem uma recomendação. O “comércio conversacional” vai ser um novo canal de negócios”, disse Horn ao explicar sobre serviço de WhatsApp pago para empresas, e como ele quer que ocorra a relação entre consumidor e empresa.

Outro motivo que levou a Meta a acelerar o processo de monetização do aplicativo no Brasil, é que a população brasileira usa muito mais o WhatsApp para se comunicar com empresas do que os outros países. Em um levantamento junto com a empresa de pesquisa de mercado Kantar, enquanto 75% dos brasileiros estão dispostos a fechar negócios com empresas por meio do aplicativo, somente 66% da população de outros países estão dispostos a fazer o mesmo.

Por fim, a Meta também está planejando criar planos para as empresas que buscam usar da sua ferramenta para aumentar seus lucros. Um dos planos será gratuito, porém ele fará com que a empresa tenha um número máximo de vendedores, que no caso será de 4. Já no plano Business Premium, que é voltado para empresas que precisam de mais recursos, será possível aumentar o número de vendedores para lidar com a demanda. E grandes empresas como Magazine Luiza, Renner e Natura já usam esse sistema para esclarecer as dúvidas de seus clientes, e viram suas vendas aumentarem consideravelmente. 

 

Foto destaque: Reprodução/Poder360

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo