Warner Bros. compensará cineastas por filmes lançados no HBO Max

Publicado 11 de Jan de 2021 às 09:28

Após causar repercussões negativas por conta da estratégia de lançar simultaneamente no HBO Max e nos cinemas todos os filmes previstos para 2021, a Warner Bros. acertou um novo acordo para tentar diminuir a insatisfação dos cineastas e compensar as perdas. A empresa decidiu distribuir uma porcentagem maior do dinheiro recebido para lançar digitalmente suas produções.

Depois de quase um ano enfrentando os cinemas fechados como resultado da pandemia do coronavírus, a Warner havido anunciado em dezembro que lançará todos os seus filmes desse ano simultaneamente nos cinemas e no streaming, decisão que causou polêmica com estúdios parceiros, redes de distribuição e diretores como Denis Villeneuve e Christopher Nolan.

 


 

(Alguns dos estudios estudios parceiros do HBO Max. Foto/ Reprodução: Warnermedia)


Mas agora, de acordo com uma reportagem da Bloomberg, a Warner ajustou os termos de seus acordos com parceiros para garantir o pagamento independentemente das vendas de bilheteria e para aumentar as chances de bônus baseados em desempenho, cortando pela metade o valor de necessário para liberar a cláusula de participação nos lucros dos profissionais envolvidos nas produções.

 

Leia mais: Tom Holland se alista para o exército americano em teaser de 'Cherry'

 

Além disso, a empresa permitirá que mais trabalhadores possam adicionar a essa cláusula em seus vínculos contratuais, e pagará uma quantia maior ao elenco e a equipe técnica com base nas taxas de audiência que recebe da HBO Max.

 

De acordo com as fontes do site, quando os filmes forem lançados este ano, qualquer pessoa com direito a um bônus receberá um pela metade da receita de bilheteria que normalmente seria necessária para desencadear o pagamento. E se mais cinemas fecharem, o limite cairá ainda mais, uma estipulação chamada de “multiplicador Covid-19”. 

 


Cena dos filmes Duna e Godzilla vs. Kong. (Foto: Reprodução/  Legendary Pictures/ warner Bros./ Cine Pop)


A HBO Max pagará à Warner Bros. uma taxa pela janela de 31 dias, e o dinheiro disso será dividido não apenas com os participantes do lucro, mas também com o elenco e a equipe. 

A Warner Bros. planeja lançar 17 filmes em 2021, incluindo títulos muito aguardados pelo público como:  "Dune", "In the Heights" e sequências de "Matrix" e "Space Jam 2”, "Invocação do Mal 3", "Mortal Kombat" e "king kong vs godzilla".

Os longas seguirão o mesmo modelo de "Mulher-Maravilha 1984", os filmes chegarão nos cinemas e na HBO Max ao mesmo tempo nos EUA, e exibidos exclusivamente nos cinemas em muitos territórios ao redor do mundo. Os títulos serão exibidos no HBO Max por 31 dias, mas podem permanecer nos cinemas por tempo indeterminado.

 

(Foto Destaque: Logotipo do HBO Max e da Warner Bros. Reprodução/ Warner Bros. Entertainment)

Deixe um comentário