Mundo Pet

Viagens, fogos de artifício... veja cuidados indicados para seu pet

Tutores devem ficar atentos para manter o bem-estar dos animais

3 min de leitura
19 Dez 2022 - 12h50 | Atualizado em 19 Dez 2022 - 12h50

O recesso de final de ano se aproxima e, com esse período, as viagens para destinos turísticos recompensam o trabalho e nos fazem sair da rotina. Para quem tem cães e gatos e não abre mão de passar momentos especiais com seus bichinhos, é importante tomar atenção a detalhes para garantir que o trajeto e a estadia sejam seguros para os animais, além de tornar a experiência dos tradicionais fogos de artifício menos estressante para o seu bichinho.

“Alguns cuidados podem tornar as férias mais divertidas e não causar prejuízos aos pets. Uma viagem, assim como para nós humanos, pode ser muito cansativa e estressante para o animalzinho. Por isso, o tutor deve ficar atento a algumas recomendações antes e durante a viagem”, alerta o médico veterinário e coordenador do curso de Medicina Veterinária da Faculdade Anhanguera, Frederico Fontanelli Vaz.

A seguir, o médico-veterinário elenca algumas dicas para tutores seguirem nessa temporada de férias.

LEVAR OU NÃO O PET?

Para fazer essa escolha, é necessário levar em consideração os fatores relacionados com a adaptação e comportamento do pet. Essa questão é muito particular de cada animal. Alguns gatos podem não ser adeptos a mudanças e não gostam de sair da rotina, e essas alterações podem provocar estresse, levando a queda na imunidade e danos a sua saúde. Cães não apresentam tanta restrição nas alterações em sua rotina, mas também podem ter problemas durante a viagem.

Antes de qualquer tomada de decisão, outros aspectos que precisam de atenção e ser esclarecidos quando está sendo estudado onde o pet ficará durante a viagem:

- O pet permanecerá no mesmo quarto que o dono ou o hotel/pousada tem um canil?

- Esse local será próximo do quarto?

- O pet ficará em contato com outros cães?

- Esses cães serão do mesmo porte que o seu cão?

- Meu pet está com a vacinação em dia?

- Os outros animais estarão vacinados e bem de saúde?

- Meu pet permite socialização? Os outros animais serão sociáveis?

- Existe um controle por parte do estabelecimento exigindo um atestado de boa saúde do animal?

Caso a escolha seja que o pet fique em casa, é necessário observação e acompanhamento durante todo o período de viagem. Importante que tenha uma companhia de confiança e que goste de animais (um amigo, vizinho ou até um profissional de confiança, como um pet sitter, babá de animais, ou serviços como creches para pets) que já o conheça e que ele também conheça essa pessoa/local, pois isso facilitará a convivência e dia a dia. Entre os cuidados essenciais estão: higienização do ambiente, troca e limpeza dos potes de água, alimentação entre duas ou três vezes no dia, passeios regulares, observação em qualquer mudança de comportamento, brincadeiras, atenção e carinho.

FAÇA PAUSAS NO TRAJETO

O trajeto até o destino das férias deve conter paradas planejadas, para que os seus bichinhos possam fazer suas necessidades (urinar e defecar) e tomar água. Além disso, o ideal é que os animais parem de se alimentar 3 horas antes da partida, para evitar que fiquem enjoados e acabem vomitando.

CAIXA DE TRANSPORTE 

Além de ser uma exigência em companhias rodoviárias e aéreas, uma viagem de carro se torna mais segura quando o pet está acomodado em uma caixa de transporte confortável. O Código de Trânsito Brasileiro não permite que animais fiquem soltos dentro do veículo, entre as pernas do passageiro ou nos bancos, assim como em caçambas de pick-ups e caminhonetes.

VACINAS

Para viagens, tutores devem ter em mãos o atestado sanitário do seu bicho de estimação, certificando que o animal está em boas condições de saúde e atende às medidas definidas pelos órgãos públicos, além da carteira de vacinação. A documentação é imprescindível até mesmo para trajetos feitos em veículo próprio. Em caso de viagem internacional, o comprovante de chipagem também é necessário. Exames, vermífugos, controle de pulgas e carrapatos também devem estar em dia.

NÃO PERCA SEU PET!

Prevendo qualquer situação de desaparecimento, é recomendado colocar no animal coleira contendo identificação, como nome e telefone dos donos.

ATENÇÃO AOS FOGOS DE ARTIFÍCIO

Os fogos de artifício são sinônimo de medo e muito incômodo. Os cães têm audição apurada e escutam de 4 a 6 vezes mais que os humanos, um dos fatores que fazem com eles sintam medo dos foguetes. Os gatos conseguem disfarçar melhor, mas eles também se assustam e procuram abrigos para se esconder. Como os fogos podem trazer problemas para a saúde dos animais, é importante que os tutores adotem alguns cuidados para preservar os pets

Algumas dicas para cuidar do seu pet na noite de réveillon incluem:

  • Deixe o animal no cômodo da casa que tenha menos barulho;
  • Certifique-se de que não há rotas de fugas no cômodo que o pet estará para que ele não fuja;
  • Se possível, feche portas e janelas na hora da queima dos fogos;
  • Procure na internet um som relaxante ou ligue a TV com o volume alto com o intuito de abafar o barulho externo;
  • Se morar em apartamento, verifique se as telas de proteção estão seguras para evitar acidentes com o seu pet;
  • Utilize fones de ouvido ou protetores de orelha apropriados para pets. Eles podem ser comprados em clínicas veterinárias e em pet shops;
  • Faça companhia para o seu pet. Isso transmite segurança para ele;
  • Utilize um floral indicado por um veterinário, não medique o seu pet sem a orientação de um profissional.

Foto Destaque: Reprodução

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo