Saúde

Vacinas: Brasil aplicou mais 20 milhões de doses de reforço

Até terça-feira (28), cerca de 25.521.338 brasileiros receberam uma dose de reforço de imunizante contra o Sars-CoV-2. Ao mesmo tempo em que o país registrou 8.356 casos e 148 mortes.

3 min de leitura
29 Dez 2021 - 14h45 | Atualizado em 29 Dez 2021 - 14h45

Na última terça-feira (28), o Brasil registrou a marca de 148 mortes por Covid-19, aumentando para 618.723 o total de vidas ceifadas em território nacional para a doença pandêmica. A média foi de 105 óbitos, número 30% menor que o cálculo das duas semanas anteriores enfatizando, dessa forma, a tendência de queda. Por outro lado, estados como: Acre, Alagoas e Sergipe não tiveram uma única morte registrada.

O consórcio formado por O GLOBO, Extra, G1, Folha de S. Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo é responsável pelo fornecimento de dados. A associação reúne informações das secretarias estaduais de saúde diariamente divulgadas até as 20h. Essa iniciativa tomada pelos veículos de informação surgiu a partir da inconsistência presente nos dados divulgados pelo Ministério da Saúde.

Nesta terça-feira, 8.356 novos casos foram notificados pelas secretarias de saúde, rumando ao total de 8.356 indivíduos infectados pelo vírus causador da Covid-19, o Sars-CoV-2. A média móvel calculada chegou ao número 4.956 de diagnósticos positivos, cerca de 5% maior que o cálculo efetuado nos 14 dias anteriores, atestando a inclinação à estabilidade.

O estado de Santa Catarina, por outro lado, não apresentou dado algum sobre a situação do mesmo com relação a pandemia. O Acre, além de não ter registrado mortes, também não teve nenhuma notificação de casos novos da doença.

A chamada “média móvel de 7 dias” faz a média entre os números do dia e dos 6 anteriores. A mesma é comparada à média das duas semanas anteriores para se ter noção se a propensão é para cima, para baixo ou de estabilidade dos casos ou mortes. O cálculo utilizado pelos especialistas trata-se de um recurso estatístico para analisar a tendência dos dados neutralizando o “vazio” proporcionado pelos fins de semana, período em que há escassez de notificações devido à menor quantidade de funcionários de plantão.


Frascos de imuzinantes contra a Covid-19. (Reprodução/Agência Brasil - EBC)


Quanto à vacinação contra a Covid-19, nesta terça-feira cerca de 14 unidades federativas brasileiras atualizaram os dados sobre o assunto. Em todo o território brasileiro, 161.089.958 cidadãos receberam a primeira dose de uma vacina, número equivalente a 75,52% da população do Brasil. A respeito da segunda dose do imunizante, esse foi aplicado em 142.887.698 pessoas, ou seja 66,98% dos brasileiros. Já 25.521.338 receberam uma dose de reforço.


https://lorena.r7.com/post/Pilula-contra-Covid-19-FDA-autoriza-o-uso-emergencial

https://lorena.r7.com/post/CoronaVac-e-retirada-da-PNI

https://lorena.r7.com/post/Brasil-registra-mais-de-90-mortes-por-covid-19-em-24-horas


Até as 20h de ontem, foram aplicadas um total de 856.530 doses de imunizantes contra a Covid-19. Mais especificamente 107.425 primeiras doses, 204.244 segundas doses, 1.502 de doses únicas e 543.359 doses de reforço.

 

Foto Destaque: Enfermeira segurando frasco de vacina contra a Covid-19. Reprodução/g1/Dado Ruvic/Reuters

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo