Notícias

Universidades públicas divulgam nota de repúdio à PEC 206

A Proposta de Emenda Constitucional propõe o pagamento de mensalidade para alguns alunos em universidades públicas está em tramitação na Câmara dos Deputados

3 min de leitura
26 Mai 2022 - 21h50 | Atualizado em 26 Mai 2022 - 21h50

A Proposta de Emenda da Constituição (PEC) 206/19 propõe o pagamento de mensalidade pelos alunos de universidades públicas, o projeto tem autoria do deputado General Peternelli (União Brasil/SP). Alunos de diversas universidades públicas ao redor do país têm se manifestado contra a proposta. 

No texto, Peternelli defende que apenas alunos que não tenham condições sócio-econômicas fiquem isentos do pagamento e os valores adquiridos com a mensalidade sejam utilizados para custear água e energia das universidades. Atualmente a proposta está em tramitação na Câmara de Deputados, a votação da proposta estava prevista para a última terça-feira mas foi adiada devido a falta do relator, o deputado Kim Kataguiri ( União /SP).

Kataguiri é favorável à proposta, segundo o relator a probabilidade de estudantes de escolas particulares entrarem em uma universidade pública é maior do que os estudantes de escolas públicas. "Transfere o imposto do mais pobre para o mais rico” disse o deputado à Agência Câmara de Notícias.


(Reprodução: Vinicius Loures/ Câmara dos Deputados)


O deputado reforçou em nota que a ideia não é privatizar as universidades públicas, sendo obrigatório pagamento apenas aqueles que têm condições:

“É absolutamente falso que a partir de uma possível promulgação dessa PEC, todos os alunos de universidade pública pagarão mensalidade ou mesmo que as universidades estariam sendo privatizadas. Quem não pode pagar, não paga, e o que é arrecadado com quem pode pagar ainda pode ser revertido em auxílios e bolsas para quem não pode pagar”

A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e outras universidades públicas emitiram nota de repúdio à proposta de emenda atualmente em discussão na Câmara dos Deputados.

“O pagamento de mensalidades seria um equívoco por vários motivos, dentre os quais: 1) a mensalidade não seria suficiente para garantir e manter o modelo de universidade que defendemos, com carreira dos servidores em dedicação exclusiva e laboratórios de pesquisa em pleno funcionamento; 2) o pagamento por parte dos estudantes geraria falta de isonomia nos bancos das universidades, o que seria péssimo para a democracia interna e fonte de injustiças.” diz a nota.

Nesta quinta-feira (26), às deputadas Fernanda Melchionna (PSOL/RS) e Sâmia Bomfim (PSOL/SP) apresentaram requerimento para realização de uma audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, caso seja aprovada ainda passará por uma comissão especial. 

 

Foto destaque: Divulgação/ UFRJ

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo