Money

Uber Eats decide focar em delivery para supermercados

Recentemente, a empresa divulgou que em breve não irá mais realizar entregas para restaurantes no Brasil. A intenção da Uber Eats é focar em um segmento com espaço para crescer, como o dos supermercados.  

3 min de leitura
12 Jan 2022 - 10h35 | Atualizado em 12 Jan 2022 - 10h35

Na última quinta-feira (6), a Uber Eats soltou um comunicado anunciando que, a partir de março, não irá mais realizar entregas para restaurantes no Brasil. A empresa não disse o que a incentivou a tomar essa atitude, porém a decisão pode ter sido motivada por inúmeros fatores, entre eles a grande concorrência presente no segmento de entrega e a nova regulamentação sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro para o setor. Com a saída da plataforma, o Ifood deve voltar a dominar o mercado de delivery e se consolidar ainda mais como o principal aplicativo de entrega do país.

 

"O serviço de intermediação de entrega de comida continuará disponível até o dia 7 de março", informou a Uber em nota. Após essa data, o aplicativo continuará existindo, porém seus serviços estarão voltados para o delivery de supermercados e pacotes. De acordo com a Uber, a intenção é focar em um segmento onde a concorrência seja menor e o espaço para crescimento maior. 


Segundo dados da Measurable Al, em junho a Uber detinha uma fatia de apenas 13% do setor de entregas (Foto: Reprodução/Uber)


Para a modalidade de supermercados, a companhia conta com a infraestrutura da Cornershop, startup chilena de delivery de compras. Desde 2019, a Uber mantinha uma participação majoritária de 53% da startup e, recentemente, comprou os 47% restantes, ficando com controle total da plataforma. A escolha da Uber em mudar os ares reflete perfeitamente o estado atual do consumo brasileiro. Em 2020, um levantamento realizado pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (AbComm), apontou que as compras em supermercados online chegaram a atingir uma alta de 180% em virtude do começo da pandemia no país.

 

Desde que o vírus da Covid-19 apareceu e o isolamento se tornou parte da vida "normal", a rotina das pessoas tem mudado. Essa mudança influenciou diretamente o mercado e trouxe para o segmento de last-mile (distribuição de produtos) um crescimento absurdo. Um grande exemplo disso é o aumento no consumo de apps como Rappi e Ifood. 

 

Além da Conershop, a empresa irá realizar delivery de pacotes por meio do Uber Flash e do Uber Direct, a última sendo uma modalidade que entrega no mesmo dia. Segundo a Uber Eats, são mais de 25 milhões de consumidores cadastrados no aplicativo. 

 

Foto destaque: Entregador uber eats. Reprodução/Uber 

 

 

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo