Notícias

Twitter divulgou recorde de pedidos dos governos para exclusão de conteúdos

O Twitter afirmou que nunca havia tido tantas demandas com pedidos de exclusão de conteúdos feito por governos ou advogados que representam um indivíduo

3 min de leitura
26 Jan 2022 - 11h30 | Atualizado em 26 Jan 2022 - 11h30

Em números nunca vistos antes, o Twitter disse na última terça-feira (25) que governos de várias partes do mundo fizeram pedidos para que conteúdos fossem removidos de uma quantidade recorde de contas de usuários entre janeiro e junho do ano de 2021, segundo dados da empresa. 

A plataforma afirmou que governos fizeram 43.387 demandas legais para a remoção de tweets de 196.878 contas no período sinalizado, segundo dados do último relatório de transparência do Twitter. 

Segundo o Twitter, nunca havia tido um número tão alto de contas alvo de solicitações de remoção por parte de governos em um relatório desde que a empresa começou a divulgar os dados publicamente em 2012. 

Essas demandas são ordens judiciais e também outros pedidos formais como: pedidos de entidades governamentais, de advogados que representam o indivíduo etc., de acordo com a plataforma. 


Logo do Twitter. (Foto: Reprodução/ REUTERS/ Stephen Lam/ File Photo)


Os países com as maiores demandas tiveram origem no Japão, seguido por Rússia, Turquia, Índia e Coreia do Sul, afirmou a rede social. 95% das demandas vieram desses cinco países. 

O Twitter alegou que atendeu essas demandas retendo o acesso ao conteúdo em certos países ou exigindo que os titulares das contas removessem parte ou todo conteúdo que foi relatado em 54% das demandas legais espalhadas pelo globo - relatadas no período de janeiro a junho do ano passado.

Estamos enfrentando desafios sem precedentes à medida que governos de todo o mundo tentam cada vez mais intervir e remover conteúdo”, disse a vice-presidente de políticas públicas globais e filantropia do Twitter, Sinead McSweeney, em comunicado.

O Twitter também, junto com empresas como o Facebook e o Google, enfrentou críticas nos Estados Unidos e em outros países sobre como combate questões como desinformação e discurso de violência em sua plataforma.

 

Foto Destaque: Aplicativo Twitter. Reprodução/ Internet

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo