Beleza

Truques de beleza que não devem ser seguidos

É preciso ter cuidado na hora de replicar alguns vídeos do TikToK. A criatividade dos influencers não tem limite, e pode apresentar perigo. Truques de beleza que não devem ser seguidos

3 min de leitura
04 Ago 2021 - 11h47 | Atulizado em 04 Ago 2021 - 11h47

É preciso ter cuidado na hora de replicar alguns vídeos do Tik Tok. A criatividade dos influencers não tem limite, e pode apresentar perigo.


Truques de beleza que não devem ser seguidos (Foto: Reprodução/Pixabay)


Ruby Rose lança esponja para maquiagem Soft Blender

Manu Gavassi lança linha vegana em parceria com o Boticário

Três receitas caseiras para esfoliar o rosto

Nos últimos meses receitas como, beber clorofila, aplicar protetor solar como contouring, untar o rosto com vaselina, entre outros procedimentos. No app um número interminável de usuárias e influencers atribui a essas propriedades milagrosas e afirma que ajuda a melhorar a aparência da pele, entre outros fatores. No entanto, segundo os especialistas, procedimentos desse tipo feitos em casa nada mais são do que uma agressão à pele que gera danos impossíveis de recuperar. Como se não bastasse, também podem danificar a barreira cutânea: Segundo a Clínica Mayo que é uma  área de serviços médicos e de pesquisas médico-hospitalares, explicam sobre o efeito negativo da técnica microneedling: “Essa barreira mantém a umidade da pele e evita que os alérgenos e as bactérias penetrem nela. Realizar esse procedimento em casa pode provocar infecções, alergias e irritações”.

 


Truques de beleza que não devem ser seguidos (Foto: Reprodução/Pixabay)


 

Depois que a queridinha da América, Jennifer Aniston, confessou que um de seus segredinhos de beleza era a vaselina em gel, a mulherada por aí não quer saber de outra coisa! Bom preço e ótimos resultados, a "geléia" de vaselina tem sido muito procurada pela promessa multifuncional de rejuvenescer, tendo como propriedades principais a esfoliação, hidratação e até como demaquilante.

A doutora Del Río, e a Academia Espanhola de Dermatologia e Venereologia (AEDV) já afirmaram  em várias ocasiões: “Não é a técnica mais adequada, porque essa função oclusiva pode ser contraproducente. Interromper essa perda de água interromperia também as funções naturais da pele, que devem continuar se desenvolvendo”. Essa técnica pode ser extremamente prejudicial principalmente para peles propensas à acne, ao favorecer a proliferação bacteriana, como ocorre, atualmente, com as máscaras faciais.

 

 

Foto destaque: Truques de beleza que não devem ser seguidos (Reprodução/Pixabay)

 

Deixe um comentário