Notícias

Três anos se passaram, mas a tragedia em brumadinho ainda assombra moradores

após três anos terem se passado do desastre ocorrido em brumadinho, moradores que vivem próximos á areas consideradas de risco vivem angustiados com possíveis riscos de uma nova tragedia.

3 min de leitura
25 Jan 2022 - 11h52 | Atualizado em 25 Jan 2022 - 11h52

Com as fortes chuvas que afetaram o estado de Minas Gerais no final do ano passado e durante o mês de janeiro moradores do distrito de Antônio Pereira, em Ouro Preto (MG) que vivem próximos às áreas de barragens de mineração estão apreensivos e inseguros com a possível chegada da “lama invisível”. Expressão usada por eles que vivem próximos a essas barragens que correm o risco iminente de se romper a qualquer momento.  

Em fevereiro de 2020 a vale iniciou o processo de descaracterização da barragem conhecida como doutor, mas em outubro o vertedouro construído desmoronou após um grande temporal que houve na região, isso trouxe uma grande preocupação aos moradores da região. Em maio de 2021 a vale reduziu o nível de emergência da barragem doutor do nível 2 para o 1 de emergência, atestando o aumento da segurança da barragem, para que lentamente a comunidade de Antônio Pereira volte a rotina normal.


  barragem de brumadinho

 Desastre em brumadinho (foto Felipe Werneck / Ibama) 


O Brasil ainda tem 65 barragens a montante, segundo dados da agência nacional de mineração (ANM) mostram que 46 dessas barragens estão em Minas. À legislação das barragens pede a descaracterização, processo que consiste na drenagem das barragens, fazendo com que sua estrutura perca por completo as características e ao final da obra ela fique estável e se incorpore ao meio ambiente. 

Foi estabelecido pela legislação que até 25 de fevereiro todas as barragens de montantes sejam descaracterizadas, mas o presidente da federação das indústrias de minas (FIEMG) defende que o prazo não seria realista segundo ele “Desde brumadinho, ficou claro que o método a montante não é mais confiável, como foi no passado. Mas não concordamos com o prazo de 25 de fevereiro, porque assim não é exequível realizar a descaracterização com segurança" As empresas de mineração informaram que segue com o processo de descaracterização, e que a expectativa e que até 2035 essas obras sejam concluídas.

 

foto destaque: Isac Nobrega / PR crédito

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo