Bem Estar

Transplante capilar: o que é importante saber sobre o procedimento realizado por Malvino Salvador

Tendência entre famosos, o transplante capilar é uma cirurgia que ajuda a recuperar o bem-estar e a autoestima das pessoas. No Brasil, seus custos podem chegar até 30 mil reais.

3 min de leitura
24 Ago 2022 - 21h00 | Atualizado em 24 Ago 2022 - 21h00

O ator global, Malvino Salvador, mostrou nas redes sociais o resultado do transplante capilar realizado há pouco mais de 1 ano. No vídeo, postado em seu Instagram, o ator reuniu registros de várias etapas do tratamento. 


(Reprodução/Instragram)


Além de Malvino Salvador, outros famosos também realizaram a cirurgia, como o ex-BBB Eliezer, os cantores Wesley Safadão, Lucas Lucco, e os atores Marcello Antony, Sergio Guizé e Paulo Vilhena. O procedimento é uma tendência atual entre os famosos, mas já é realizado desde os anos de 1950.

O cabelo é parte fundamental da identidade e autoestima das pessoas. Porém, por fatores genéticos ou condições de saúde, a calvice ou perda permanente dos cabelos é um problema que afeta muitas pessoas. Como solução a essa situação são realizados os transplantes capilares. 

Um transplante capilar é um procedimento no qual um cirurgião plástico ou dermatologista realiza um enxerto de cabelo em áreas calvas da cabeça. O cirurgião geralmente move o cabelo da parte de trás ou do lado da cabeça para as regiões necessárias. Os transplantes de cabelo geralmente são realizados em consultório médico sob anestesia local.

A perda de cabelo muitas vezes se resume à genética. Mas outros fatores podem contribuir, como dieta, estresse, doenças, desequilíbrio hormonal, uso de medicamentos ou consumo de drogas.

Fazer um transplante capilar pode contribuir para melhorar a aparência e autoconfiança. Os candidatos adequados para transplante capilar incluem homens com calvície masculina (também conhecida como alopecia androgenética), mulheres com queda de cabelo ou qualquer pessoa que tenha perdido algum cabelo devido a uma queimadura ou lesão no couro cabeludo.

Certas doenças inflamatórias, como líquen plano , lúpus ou morfeia , também podem levar a áreas permanentes de perda de cabelo que são adequadas para transplante, porém, a substituição do cabelo não é uma boa opção para mulheres com queda de cabelo generalizada no couro cabeludo ou pessoas que não têm locais de cabelo "doadores" suficientes para remover para transplante. 

O transplante também não é indicado para pessoas com queloides (cicatrizes grossas e fibrosas) após lesão ou cirurgia e nem para pessoas com queda de cabelo devido a medicamentos como quimioterapia.

O que considerar antes de um transplante capilar

Alguém que pensa em realizar um transplante capilar precisa considerar algumas questões importantes. Primeiro, é importante ter expectativas realistas, já que é preciso uma quantidade de cabelo razoável para a realização da cirurgia. Além disso, quanto mais grosso e denso o cabelo restante, melhor. Em geral, cabelos grossos claros ou grisalhos funcionam melhor do que cabelos escuros mais finos.

Outra informação a se levar em conta é que o procedimento completo pode durar várias semanas, para que cada sessão cicatrize individualmente. E ainda, após um transplante de cabelo, pode levar até nove meses para que o cabelo crie raízes e comece a se encher.

O custo é um aspecto importante a ser considerado, já que os valores podem chegar a R$30 mil. A cirurgia estética geralmente não é elegível para descontos de planos de saúde. No entanto, se a queda de cabelo for causada por queimaduras ou trauma, a cirurgia de substituição capilar é considerada um tratamento reconstrutivo e pode ser coberta pelo seguro de saúde.

Fumantes têm maior risco de complicações cirúrgicas. E, a medicação continuada pode ser necessária após a cirurgia de transplante capilar.


(Reprodução/Instragram)


Perspectivas de longo prazo

A maioria dos transplantes capilares é bem-sucedida, embora possa levar até 9 meses para observar os resultados. Ainda assim, é comum que o cabelo transplantado caia e volte a crescer depois de alguns meses.

Uma vez que o cabelo comece a crescer novamente, deve parecer natural porque o cabelo foi transplantado na direção em que o cabelo normalmente cresceria naquele local.

A maioria das cicatrizes devem ser cobertas por pelos e são difíceis de ver. Quaisquer cicatrizes visíveis desaparecerão com o tempo. Pode levar um ano ou mais para a cicatriz melhorar. A cirurgia de reparação é muitas vezes necessária para melhorar a aparência dos transplantes capilares.

 

Foto destaque: Malvino Salvador. Reprodução/Lúcio Luna/RD1.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo