Celebridades

Tory Lanez é condenado por 3 acusações em caso envolvendo Megan Thee Stallion

Tory Lanez foi considerado culpado por atirar na rapper Megan The Stallion, ele responderá por 3 acusações, podendo ser sentenciado a mais de 20 anos de cadeia e ser deportado.

24 Dez 2022 - 14h35 | Atualizado em 24 Dez 2022 - 14h35
Tory Lanez é condenado por 3 acusações em caso envolvendo Megan Thee Stallion Lorena Bueri

Depois de dois anos do ocorrido, a justiça americana declarou o rapper Tory Lanez, de 30 anos, culpado por três acusações criminais; agressão com arma semiautomática, porte de arma de fogo não registrada e carregada e disparo de arma de fogo com imprudência grosseira contra a rapper Megan Thee Stallion, de 27 anos. A sentença está prevista para sair no dia 27 de janeiro de 2023, o rapper pode pegar mais de 20 anos de cadeia e ser deportado para o seu país de origem, o Canadá.

O incidente levantou diversos questionamentos sobre como a comunidade do Hip-Hop trata as mulheres que são vítimas de violência, e o agravante do comportamento contra estas mulheres quando se trata de outro nome conhecido na indústria.

Entenda a linha do tempo do ocorrido:


Momento em que o carro onde estavam Megan, Tory, Kelsey e Jauquan é parado pela polícia, Megan sai mandando pelo lado direito do carro. (Reprodução/Sports Alert/Youtube)


12 de Julho de 2020 – Após uma festa na casa de Kyle Jenner em Los Angeles, Estados Unidos, Tory e Megan são parados pela polícia, junto deles estavam Kelsey Harris e o motorista Jauquan Smith. Quando a polícia manda eles saírem do carro, é possível ver o pé ensanguentado e ferido de Megan.

Na ocorrência, Tory é detido pela polícia por ter uma arma não registrada e carregada no carro.

15 de Julho de 2020 – Megan relata em uma postagem no Instagram que ela não foi presa, mas sim levada pelos policiais para um hospital, onde ela passou por uma cirurgia para remover uma bala do seu pé. Na postagem, ela não aponta quem foi que lhe baleou.

A postagem foi deletada em seguida.

16 de Julho de 2020 – O site americano TMZ posta uma matéria apontando Tory Lanez como o autor do disparo contra Megan.

20 de Agosto de 2020 – Megan vai a público pela primeira para acusar Tory de ser o autor do disparo. Em uma live no Instagram, a rapper diz que Tory atirou nela depois de desentendimento envolvendo Tory, Kelsey Harris e o segurança de Tory.

Durante a live, ela também relatou que mentiu durante o seu primeiro depoimento, onde ela disse que tinha se cortado com vidro, porque ela tinha medo de morrer nas mãos da polícia. Já que o tiro aconteceu durante a época do movimento Black Lives Matter.

24 de Setembro de 2020 – Tory lança o álbum “Daystar”. Existem diversas passagens durante o álbum que parecem ser dedicadas a Megan e o incidente, mas na faixa “Money Over Fallouts” Tory utiliza de falar de outras pessoas comentando sobre o crime no começo, e logo depois ele questiona o argumento de Megan de que ela foi baleada.


Megan faz protesto durante a sua apresentação do remix de Savage no programa Saturday Night Live. ReproduçãoYoutube


4 de Outubro de 2020 – Megan performar o remix de sua canção “Savage” no programa de televisão americano "Saturday Night Live”. O telão no fundo da apresentação possui os dizeres “Protejam as Mulheres Negras”.

8 de Outubro de 2020 – O procurador do distrito de Los Angeles anuncia que Tory Lanez estava sendo acusado formalmente de agressão com arma semiautomática e porte de arma de fogo não registrada e carregada.

13 de Outubro de 2020 – Um juiz emite uma medida protetiva contra Tory, onde ele deveria manter a distância de pelo menos 100 metros de Megan e não tentar nenhum contato com ela.

25 de Julho de 2021 – Tory vai contra a medida protetiva ao aparecer de surpresa no show do rapper DaBaby no festival Rolling Loud, onde Megan tinha acabado de performar. Segundo a Pitchfork, isso fez com que a sua fiança aumentasse para US$250,000.

14 de Dezembro de 2021 – Detetive Ryan Stogner que Tory teria gritado “Dance, V****!” para Megan enquanto ele atirava em seu pé, mas em seguida ele teria se desculpado e oferecido dinheiro para ela ficar calada.

13 de Janeiro de 2022 – Tory se declara inocente das acusações de agressão com arama de fogo semiautomática, uso de arma de fogo não registrada e carregada.

5 de Abril de 2022 – Promotores pedem para que a fiança de Tory seja revogada após ele usar o seu tweet para postar possíveis indiretas para Megan, o que ia contra a medida protetiva.

12 de Agosto de 2022 – Megan lança a música “Who Me”, em uma passagem da música dela “Eu me sinto como Biggie, Quem atirou em você, mas todos sabem quem atirou em mim”.


August Alsina acusa Tory e seus seguranças de terem o agredido. Reprodução/Instagram


18 de Setembro de 2022 – O cantor August Alsina acusa Tory e os seus seguranças de agressão. Tory nega a acusação e depois se nega a falar sobre o assunto em entrevistas.

26 de Outubro de 2022 – Tory é colocado em prisão domiciliar até o seu julgamento.

4 de Novembro de 2022 – Drake faz referência ao incidente na sua música com 21 Savage na faixa “Circo Loco” do álbum Her Loss”, na passagem ele diz “Essa V**** mentiu sobre ser baleada, mas ela ainda é garanhão (referência ao nome artístico de Megan, Stallion), ela não entende a piada, mas ainda continua sorrindo, todas as noites eu sinto que eu sou o Jimmy Fallon”.

Como resposta, Megan foi para o twitter onde disse que as pessoas deveriam parar de usar o seu nome para aparecer, e que todos estão prontos para boicotarem sapatos e roupas, mas ao mesmo estão atacando uma mulher negra porque os seus amigos abusaram dela.

5 de Dezembro de 2022 – é acrescentado outra acusação de disparo de arma de fogo com imprudência grosseira contra Tory.

No mesmo dia, Tory é tirado da prisão domiciliar, e a defesa indica Kylie Jenner e o namorado de sua mãe, Corey Gamble, como possíveis testemunhas.


Megan se emociona enquanto dar o seu testemunho, nele ela diz que preferia ter morrido a ter que passar pelo julgamento. (Foto: Reprodução/Backgrid)


12 de Dezembro de 2022 – Durante o seu testemunho, Megan diz que preferia ter sido morta para não ter que passar por aquilo.

Ela diz que Tory e Kelsey Harris, que estava no carro sendo considerada uma ex-amiga de Megan, começaram a brigar dentro do carro, quando pararam o carro para ela descer, Tory puxou a arma, gritou “Dance, V****!” e depois atirou em seu pé. Em seguida, ele teria oferecido um milhão de dólares para ela ficar calada.

Megan alegou que ele parecia estar mais preocupado em ser preso do que com ela machucada.


Tory levanta quesionamento ao levar o seu filho para o seu julgamento. Reprodução/Twitter


14 de Dezembro de 2022 – Tory aparece com o seu filho para o julgamento. Tory diz que é porque o seu filho é o seu sistema de apoio, mas ação levantou diversas suspeitas na internet de que teria sido para ajudar na sua imagem.


Kelsey Harris ganhou imunidade para dar o seu depoimento sobre o caso. (Foto: Reprodução/NYP/Backgrid)


16 de Dezembro de 2022 – Kelsey Harris teria supostamente mudado a versão que tinha dado durante a investigação. Dizendo algumas vezes que não se lembrava do que teria acontecido, mesmo que uma das provas tenha sido uma mensagem em que ela enviou na noite do ocorrido onde ela afirma que Tory tinha atirado em Megan.

Foi reportado que Kelsey ganhou imunidade para testemunhar.

Um dos argumentos usados pelos advogados de Tory foi que os tiros aconteceram devido a uma discussão entre Megan e Kelsey, o que deixa margem para o júri entender que foi Kelsey que teria atirado em Megan.

17 de Dezembro de 2022 – 50 Cent chama atenção nas redes sociais ao comparar Megan com o ator Jussie Smollett, o qual foi condenado a 5 meses de prisão por ter mentido que tinha sido atacado em um ato racista e homofóbico.

Internautas chamam atenção para o passado de 50 Cent, que possui acusações de violência doméstica.

21 de Dezembro de 2022 – Sean Kelly, testemunha que viu o que ocorreu de sua casa, diz que viu Megan e Kelsey discutindo. Depois identificou Tory como o atirador, mesmo que não tivesse visto a arma, mas também disse que é possível que Kelsey tenha dado o primeiro tiro, porque ele viu “flashes” perto de onde Kelsey e Megan estavam.

23 de Dezembro de 2022 – Tory é considerado culpado por três acusações criminais; agressão com arma semiautomática, porte de arma de fogo não registrada e carregada e disparo de arma de fogo com imprudência grosseira.

 

Foto Destaque: Tory Lanez foi considerado culpado por três crimes após atirar em Megan Thee Stallion. Reprodução/Lorne Thomson/Redferns

VEJA TAMBÉM

Um bilhão de indivíduos com excesso de peso as principais afetados são adolescentes e crianças Lorena Bueri

Um bilhão de indivíduos com excesso de peso as principais afetados são adolescentes e crianças

Cenário global da saúde nutricional está em rápida evolução, com o aumento da obesidade e a redução da desnutrição, surgem desafios críticos para políticas de saúde pública
CBF não acata solicitação de pausa do Campeonato Brasileiro durante a Copa América Lorena Bueri

CBF não acata solicitação de pausa do Campeonato Brasileiro durante a Copa América

Entidade divulga nota oficial recusando preferência de parada optada por alguns clubes da Série A explicando os motivos de não atender o pedido; fique por dentro dos detalhes
Primeiras imagens da biografia do criador de “Chaves” e “Chapolin” são divulgadas Lorena Bueri

Primeiras imagens da biografia do criador de “Chaves” e “Chapolin” são divulgadas

O mexicano alcançou fama mundial entre crianças e adultos de várias gerações
Confira o trailer de Música, filme de Ruby Mancuso que revela sua Herança Brasileira Lorena Bueri

Confira o trailer de Música, filme de Ruby Mancuso que revela sua Herança Brasileira

O aguardado filme "Música", dirigido e estrelado por Ruby Mancuso, teve seu primeiro trailer oficial divulgado pelo Prime Vídeo. Com Camila Mendes no elenco, o filme retrata a história do diretor e sua herança brasileira.
PFW: Famosas surgem com looks arrebatadores na primeira fila da Balmain Lorena Bueri

PFW: Famosas surgem com looks arrebatadores na primeira fila da Balmain

Ícones da moda como Alessandra Ambrosio, Taylor Hill e Maria Braz arrasaram nos outfits para prestigiar o desfile da maison Balmain na Paris Fashion Week
Caio Castro retorna à Porsche Cup com projeto em homenagem a Ayrton Senna Lorena Bueri

Caio Castro retorna à Porsche Cup com projeto em homenagem a Ayrton Senna

O piloto, que já soma vitórias épicas em sua trajetória automobilística, faz seu retorno à Porsche Cup com uma emocionante homenagem aos 30 anos do legado do Tricampeão Mundial de Fórmula 1
Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo