Teatro Bradesco fará uma live especial em homenagem a Frank Sinatra

Publicado 06 de Dec de 2020 às 14:04

Dia 12 de dezembro é uma data especial para a música mundial, já que o cantor, ator e produtor norte-americano Frank Sinatra, considerado como um dos maiores artistas de todos os tempos, completaria 105 anos, se estivesse vivo.

Para manter seu legado e obra em destaque, Gustavo Bing, intérprete do projeto Sinatra 1915 Tribute, fará uma live homenageando o artista, ao lado do produtor musical João Marcello Bôscoli, no Instagram do Teatro Bradesco às 20h. A live contará com libras e comunicação com a descrição #pracegover e #pratodosverem, para facilitar a cessibilidade de todos os fãs.

Além de falarem sobre curiosidades e fatos sobre a vida de um dos maiores artistas de todos os tempos, Bing também interpretará algumas canções. Com uma das vozes mais marcantes da história da música, Sinatra é dono de clássicos como: “Fly me to the moon”, “New York, New York”, “I've got you under my skin” e “The way you look tonight”.


Gustavo Bing. (Foto: Reprodução/ Fabio Nunes)


Sinatra nasceu em 12 de dezembro de 1915 e faleceu em 14 de maio de 1998. Além de cantor, vencedor de Grammys e Oscar, bateu recordes de discos vendidos ao redor do mundo, atuou em mais de 50 filmes, ganhou estrelas na calçada da fama e lançou centenas de álbuns. Isso só para citar alguns de seus feitos. Em sua relação com o Brasil, além da parceria com o maestro Tom Jobim.

Leia mais: Após não ser nomeado ao Grammy 2021, The Weeknd tem música mais ouvida no Spotify, em 2020
 
Gustavo Bing acumula algumas coincidências com o astro: nasceu no mesmo mês, em 27 de dezembro de 1998, e mesmo ano de falecimento de Sinatra. Bing estreou o tributo "Sinatra 1915 Tribute" em setembro de 2019. De lá pra cá, apresentações esgotadas e elogios rasgados ao jovem por sua interpretação, potência vocal e atenção aos mínimos detalhes durante o show. 
 
Fã assumido de jazz, antes de se dedicar à interpretação das canções de Frank Sinatra Bing, passou por um profundo processo de estudo sobre a história e musicalidade de Sinatra. Uma equipe o acompanhou até Los Angeles e Nova Iorque, em visitas e gravações.

(Foto Destaque: Gustavo Bing. Reprodução/ Fabio Nunes)

Deixe um comentário