Tech

SumUP e Generation fecham parceria para oferecer curso de tecnologia gratuito para minorias

O curso gratuito, realizado pela Generation em parceria com a SumUP, terá como foco no desenvolvimento de jovens negros, mulheres e pessoas LGBTQIA+ com vulnerabilidade econômica e social.

3 min de leitura
07 Out 2021 - 19h01 | Atulizado em 07 Out 2021 - 19h01

As instituições irão selecionar 40 pessoas para cursar durante três meses um programa de capacitação gratuito para quem deseja seguir carreira na área de tecnologia. A ação terá como foco o desenvolvimento de jovens negros, mulheres e pessoas LGBTQIA+ com vulnerabilidade econômica e social.



https://lorena.r7.com/post/Instagram-continua-testando-novidades-para-melhores-amigos-dos-stories
https://lorena.r7.com/post/Telegram-recebeu-mais-de-70-milhoes-de-usuarios-novos-durante-apagao-do-Whatsapp
https://lorena.r7.com/post/Apagao-das-redes-sociais-prejudica-bilhoes-de-pessoas


É necessário que os jovens tenham de 18 a 30 anos, possuam ensino médio completo e morem a até 100 km da capital de São Paulo. A SumUP tem como expectativa receber 70% de pessoas negras como alunos, sendo 70% também mulheres e pessoas LGBTQIA+, iniciativa criada para promover uma diversidade nos espaços tecnológicos profissionais, observando que a maioria dos profissionais formados em áreas de tecnologia são homens e brancos.

A companhia que oferece soluções financeiras para micro e pequenos empreendedores, possui mais de 2.500 colaboradores no mundo, 14 escritórios e opera em 34 países. No Brasil, onde a SumUP opera desde 2013, emprega 1.000 pessoas, sendo 60% mulheres e 24% LGBTQIA+.


Jovens são encaminhados para o mercado de trabalho através do programa (Foto: Reprodução/Getty Images)


A empresa, que surgiu com o principal produto sendo máquinas de cartão, se transformou em uma companhia de soluções completas, como banco digital. Oferece ainda links de pagamento, empréstimos e educação financeira.

Ao se unir com a Generation, ONG que atua em 16 países e graduou cerca de 45 mil alunos, visando transformar o sistema de educação e preparar o jovem para o mercado de trabalho com diversidade e acessibilidade, a parceria entre a organização não governamental e a companhia dá um passo maior para um futuro mais diverso no mercado tecnológico de trabalho.

Segundo dados disponibilizados pela instituição, os programas profissionalizantes ajudaram a aumentar  3.4x a renda dos alunos após a inserção no mercado de trabalho.

 

Foto Destaque: Estudantes do programa de educação da Generation. Reprodução/Ricardo Yamane/Generation

Deixe um comentário