Esportes

Sport pode perder pontos e ser virtualmente rebaixado por escalação irregular

Por escalação irregular do zagueiro Pedro Henrique, o Sport corre riscos irreversíveis de rebaixamento. O Leão deve perder 17 pontos, que é atualmente a sua pontuação total na tabela da Série A.

3 min de leitura
29 Set 2021 - 20h20 | Atualizado em 29 Set 2021 - 20h20

A crise no Leão pode piorar e o risco de rebaixamento se torna irreversível com as polêmicas em irregularidades que estão rodeando o Sport desde a última segunda-feira (27). A primeira situação problemática causou a demissão da diretoria de futebol do clube e se deu porque aconteceram atrasos na inscrição de jogadores na Série A. Entre eles está o goleiro Saulo, o volante Nicolás Aguirre e o atacante Vander, todos anunciados, porém sem inscrições. O prazo de inscrição dos jogadores no BID – Boletim Informativo Diário da CBF – se encerrou na última sexta-feira (24), sendo assim, os jogadores listados anteriormente não podem jogar pelo clube pernambucano.  

 

O que piora ainda mais o caso do Sport é que o zagueiro Pedro Henrique, anunciado recentemente pelo Sport e que também foi adquirido pelo Internacional, entrou em campo de forma irregular, já que disputou o número limite de jogos pelo Inter, tornando-o impossibilitado de jogar no Campeonato Brasileiro por outro clube. O jogador entrou em campo cinco vezes pelo colorado e contabilizou cartões amarelos em outras duas partidas, configurando sua participação no jogo. Depois de apresentado pelo Leão, Pedro Henrique entrou em campo quatro vezes.  


 

Pedro Henrique pelo Sport. Reprodução/Anderson Stevens 


 

Segundo o Artigo 43 do Regulamento Geral de Competições: “Se, na condição de substituto, o atleta vier a ser apenado pelo árbitro, será considerada como partida disputada pelo infrator, para fins de quantificação do número máximo a que alude o caput deste artigo”. Caso aconteça a irregularidade, o Artigo 214 informa que aconteça “Perda de número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado da partida, prova ou equivalente, e multa de R$ 100,00 a R$ 100.000,00.” 

 

Pedro Henrique defendeu o Sport contra o São Paulo, Chapecoense, Athletico e Fortaleza, além de ter sido relacionado para a partida contra o Atlético-MG, onde ficou apenas no banco de reservas. Assim, o Sport perderia 15 pontos, além de contar os dois pontos computados pelos empates, finalizando com 17 pontos. O clube, que está na zona de rebaixamento, automaticamente perderia todos os pontos, já que soma exatos 17.  

 

Em declaração para o GE, o executivo de futebol do Sport, Felipe Albuquerque atribuiu a responsabilidade à gerente de futebol, Luana Moreno, que se pronunciou nesta quarta (29). A gerente afirmou que todos foram alertados sobre o prazo e reconheceu erro. “Entendo ter havido um erro do departamento de futebol na não conclusão das inscrições através da ferramenta de substituição, tendo em vista que apesar de não ser uma atribuição direta da gerência de futebol, poderia ter sido verificado novamente se foi realizada ou não” 

 

Conheça Sheriff, o clube que venceu o Real Madrid

Liga dos Campeões: Saiba sobre os confrontos desta quarta

Sonho do Tri alviverde: Palmeiras chega a final chega a final como ‘azarão’, mas se mantém confiante

 

Luana Moreno também afirma que a contratação de Pedro Henrique ocorreu “sem qualquer demanda de verificação de condição de atuação do mesmo por parte do departamento de futebol” e também confirma o alerta do número de partidas que foi sinalizada pelo sistema da CBF no dia 22 de agosto, e diz que foi constatada a possibilidade de jogo, na ótica do departamento de futebol. 

 

Não dei aval sem antes estar respaldado pelos advogados do clube. Eu falo que está apto, todo mundo tem que assumir sua responsabilidade. Mas não vou admitir que coloque a responsabilidade que não era minha”, disse Felipe Albuquerque para o GE. Ele também explica que o Sport se baseou no Regulamento Específico da Série A, que diz que o jogador só é considerado participante da partida se começar ou entrar em campo, sem incluir a advertência no banco de reservas.  

 

Foto destaque: Apresentação de Pedro Henrique. Reprodução: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo