Mundo Pet

Seu pet fica assustado com fogos de artifício? Veja essas dicas para minimizar os efeitos

Brincar e dar petiscos aos animais são formas distraí-los e reduzir o estresse causado pelo barulho

3 min de leitura
23 Nov 2022 - 17h15 | Atualizado em 23 Nov 2022 - 17h15

A Copa do Mundo e as festas de fim de ano estão chegando. É tempo de juntar a família e os amigos para se divertir e festejar. Mas com elas chega o drama de tutores e seus animais de estimação: os rojões e os fogos de artifício.

Você tem um pet que fica se tremendo quando começa uma queima de fogos ou conhece alguém que sofre com esse problema, certo? Infelizmente casos assim acontecem por todo o mundo e deixam os tutores, em muitas das vezes, sem saber o que fazer.

“Isso acontece pois os animais possuem a audição muito mais aguçada que os seres humanos”, disse a médica-veterinária e coordenadora de serviços técnicos da Zoetis, Alessandra Bentes. Enquanto nós somos capazes de captar vibrações entre 20 e 20.000 hertz, os cachorros podem chegar até 40.000 hertz e os gatos a incríveis 65.000 hertz. Traduzindo, os animais ouvem frequências tão agudas que passam despercebidos pelas pessoas.

Agora, imagina ter toda essa capacidade auditiva e se deparar com uma queima de fogos, digna da festa da virada de ano, ou de um possível hexacampeonato da seleção brasileira na Copa do Mundo.

Diante dessas situações os animais se escondem em lugares inusitados e muitas vezes perigosos, tentam fugir, pulam janelas. “Essas reações são muito comuns e podem causar acidentes, por isso, é importante que o tutor realize atividades e interaja com o animal, com o objetivo de distraí-lo. É muito importante que animais com fobia de fogos não fiquem sozinhos em casa”, destaca a médica-veterinária.

Veja algumas dicas para ajudar o seu pet:

- Antes de iniciar uma queima de fogos, brinque com o animal, pegue o brinquedo favorito e interaja com ele;

- A alimentação também é um aliado, oferte aqueles petiscos deliciosos, que irão ajudar a distraí-lo antes dos fogos iniciarem;

- Por mais que seja tentador, não pegue o animal no colo, os animais são sensitivos e acabam ficando com mais medo do barulho, além de poder associar isso a um reforço positivo;

- Delimitar o espaço para evitar rotas de fuga.

Além destas práticas existem medicamentos que tranquilizam o animal, mas é importante destacar que o médico-veterinário é o único profissional que pode avaliar qual a melhor indicação para cada pet.

Foto Destaque: Reprodução

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo