Notícias

Setor energético sofre impacto na Europa, devido tensão

Leste europeu sofre grande impacto com tensão que vem assombrando o setor energético em meio ao continente e Rússia faz ameaça de interromper o fornecimento de gás.

3 min de leitura
27 Jan 2022 - 20h30 | Atualizado em 27 Jan 2022 - 20h30

Com a ameaça feita pela Rússia de que acabará com o fornecimento de gás para a Europa, além de estreitar a demanda no mundo todo por petróleo, fazendo que assim taxa de gasolina no Brasil tenha a grande possibilidade de chegar a até R$ 8,50 no país.

Desse modo, a tensão crescente entre a Ucrânia e a Rússia só vem aumentando, o que acabou causando um alerta dentro do setor energético, principalmente levando em consideração o preço do  bdp (barril de petróleo) e o fornecimento de gás na Europa.

Sendo a Rússia consumidora de aproximadamente 1/3 do gás na Europa, ela se encontra em estado estratégico, fazendo com que analistas comecem a pensar e dizer que talvez não seja impensável que o país em questão realize no seu fornecimento aos europeus um  “shutdown”.


Tensão no leste europeu recebe impacto no setor energético. (Foto: Reprodução/CNN Brasil)


Porém, conforme estudos de especialistas, pode existir um grande prejuízo à estatal de energia Gazprom equivalente a US$ 20 bilhões. Apesar de o país russo ainda possuir em reservas internacionais um valor de cerca de US$ 600 bilhões.

Contudo, mesmo que o apoio da China esteja velado no momento, continua sendo um enorme alívio para a Rússia contar com essa ajuda. Além do mais, se acontecer algum imprevisto e o fornecimento de gás à Europa for vetado, será possível, para que não haja um impacto de forma mais abrupta desviá-lo para a Ásia.

Por uma série de negociações feitas em acordo com o Nord Stream 2, um gasoduto que forneceria o gás vindo da Rússia, mesmo não sendo operante e não passando pela  Ucrânia, até as terras europeias. O que acabou intensificando a crise já existente.

Na busca da Europa por fontes alternativas de gás, devido os ricos eminentes de desabastecimento e, com os EUA em uma tentativa de negociação, por meio da Argélia e do Catar, na expectativa de fornecer ao continente sua energia.

Entretanto, esse fornecimento alternativo vai custar bem caro. De modo que com a torneira estando fechada na Rússia, a demanda de energia por todo o mundo será sujeita a aceitar a inclusão do preço dos barris de petróleo nos países.

Assim, nesse mês, o valor do barril de petróleo (bdp) chegou a bater o maior preço dos últimos sete anos, o qual é de US$ 90. Segundo dados do JP Morgan, banco de investimentos, a uma possível possibilidade de o petróleo referência no mercado brasileiro seja do tipo Brent, atingindo ainda neste ano US$ 86. Porém, com o Morgan Stanley também sendo referência nesse espaço do mercado alcançar cerca de US$ 96 em commodity.

A longo prazo, há grande possibilidade de que a taxa do preço da gasolina chegue a R$ 8,50 aqui no Brasil, caso a previsão realmente aconteça.

Lembrando que serão consideradas as métricas do mercado que não incluam as tensões ucranianas como um todo e principalmente nas partes que envolvam os cálculos, de acordo com as previsões estabelecidas. No entanto,  as projeções podem ser explodidas caso haja guerra em Kiev, fazendo com que os analistas digam que talvez o petróleo possa ultrapassar US$ 100 em 2022.

Foto destaque: Europa sofre tensão no setor energético. Reprodução/CNN Brasil

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo