Notícias

Serviços de streamings aumentam os valores em 2022

Além do aumento dos preços em plataformas de streaming como Netflix e Amazon, chega mais opções de serviços que fez o valor pago por quem deseja ter acesso a todo o acervo audiovisual ficar mais alto

3 min de leitura
05 Mai 2022 - 15h35 | Atualizado em 05 Mai 2022 - 15h35

Com o reajuste dos preços, o brasileiro está pagando mais caro pelas assinaturas de serviços de streaming neste ano. No de 2019, antes da pandemia, o brasileiro desembolsava cerca de R$ 77,70 por mês para ter acesso aos serviços Netflix, Amazon Prime e Globoplay, as principais plataformas disponíveis na época.


Será que vale a pena pagar tão caro por serviços de streamings? ( Reprodução: Pausa Dramática)


Já em 2022, o gasto mensal para assinar os serviços já chega a R$ 95,70, um aumento de quase de 23,2%. Além da alta nos preços de Netflix e Amazon, a multiplicação de opções de serviços de streaming de vídeo, com a chegada de Disney+, HBO Max, Telecine, Apple TV+, Star+, Starzplay, Paramount+, fez o valor pago por quem deseja ter acesso a todo esse acervo audiovisual ficar mais alto.

O consumidor precisa desembolsar mensalmente cerca de R$ 268 por mês para assinar todos esses serviços disponíveis nas plataformas digitais (Streaming) esse valor pode ser menor com planos anuais ou programas de descontos oferecidos por empresas parceiras. Mas esse custo não inclui serviços de nicho, entre eles os dedicados a filmes de arte, como Mubi e Belas Artes.

O aumento dos serviços da Netflix e Amazon fica abaixo da inflação acumulada com cerca de 23,83%, mas, somando com o aumento de outros gastos, como gasolina, energia e alimentação, o valor tem prejudicado cada vez mais no orçamento familiar. A Amazon anunciou um aumento de cerca de 50% no valor da assinatura do Prime (plataforma de vídeo), que dá acesso ao serviço de streaming Prime Video, e ao streaming de música Amazon Music. A mensalidade da Amazon era de R$ 9,90 e passou a ser R$ 14,90. Foi o primeiro reajuste desde o lançamento da plataforma, em 2019.

A Netflix, fez o mesmo reajuste em julho de 2021, quando o valor era de R$ 21,90 e passou para R$ 25,90. O serviço anunciou neste ano de 2022 o aumento dos valores nos EUA e em outros países, mas não no Brasil. No ano de 2011, a Netflix chegava ao Brasil, com isso a assinatura mensal chegou custar R$ 14,90. Com o sucesso, a empresa criou diferentes planos, que partem agora de R$ 25,90 tela individual e chegam a R$ 55,90 com o plano família.

 

Foto Destaque: Telespectador dos serviços de streaming (Reprodução: CNN/Foto: Pixabay) 

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo