Notícias

Saiba tudo sobre os novos aviões da Força Aérea Brasileira

Mais de R$ 20 bilhões foram investidos pela FAB para adquirir quase 40 aeronaves modernas. O contrato foi assinado em 2014, mas até o momento só foram entregues 5 modelos dos 36 adquiridos

3 min de leitura
19 Dez 2022 - 12h54 | Atualizado em 19 Dez 2022 - 12h54

A FAB (Força Aérea Brasileira), comprou 36 aeronaves da Saab, empresa sueca de defesa e segurança aeroespacial, por R$ 20 bilhões. Até o momento somente cinco delas foram entregues e as demais só serão entregues em 2027.

Um dos modelos adquiridos foi o caça Gripen F-39, que é um dos mais tecnológicos do mundo. Conforme afirmação da Saab, ele é conhecido por ser eficiente, ter baixo custo de operação, alta capacidade de tecnologia e disponibilidade. O intuito da compra foi defender o espaço aéreo.

O caça é utilizado por forças aéreas no mundo inteiro. Ele possui envergadura de 8,6 metros, altura de 4,5 metros, comprimento de 14 metros, alcança velocidade máxima de 2,4 mil km/h e pode voar até em de 16 mil metros de altitude.

Segundo a Saab, no tempo máximo 10 minutos é possível reabastecer, rearmar e realizar inspeção técnica no avião em caso de missão para defesa aérea.


Veja o novo avião comprado pela FAB em ação. (Vídeo: Reprodução/Twitter)


É necessária uma equipe de cinco militares para efetuar essa manutenção, com a possibilidade de ser realizada por recrutas treinados em 10 semanas e que estejam dentro do serviço militar.

Em comparação a outros modelos, é mais fácil decolar voos com o Gripen, devido a sua projeção de intervalos de inspeções de 2,5 horas a cada 7,6 horas voadas.

Ele também possui mais pontos de instalação de armamentos de mísseis, tanto de curto, quanto de longo alcance, além de bombas e mísseis que são guiados por laser, radar ou sistema eletro-óptico para atingir alvos que estejam no céu, terra e mar.

Outra exclusividade do caça é que ele é adaptável aos arsenais de armas que as Forças Aéreas já possuem, além de poder carregar combinação de armamentos e sensores externos em cumprimento de diversos tipos de tarefas em uma mesma missão, que pode configurar tanto defesa como ataque, dispensando a obrigatoriedade de voltar na base de decolagem para alterar a configuração.

A FAB assinou o contrato com a Saab no ano de 2014. Os aviões fabricados na Suécia e comprados pela Força Aérea Brasileira possuem dois modelos, os que comportam um piloto: o Gripen E, e os que comportam dois pilotos: o Gripen F. Essa é a única diferença entre as aeronaves, fora isso elas são iguais. Outra novidade é que a FAB está estreando a versão com dois assentos.

Um dos modelos Gripen E foi entregue para a FAB no ano de 2020 e desde então, ele está sendo utilizado pelos tripulantes para treinamento na Embraer, (Empresa Brasileira de Aeronáutica S/A), em Gavião Peixoto, no estado de São Paulo. Depois disso, somente no ano de 2022 foram entregues outras unidades do modelo, duas no mês de abril e duas no mês de novembro deste ano.

Foto Destaque: Aeronave F-39 Gripen da Força Aérea Brasileira. Reprodução/Instagram

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo