Notícias

Rússia passará a considerar EUA parte do conflito caso país forneça mísseis a Kiev

Ao ceder material bélico ao inimigo Russo, EUA estaria cruzando "linha vermelha" e dará a prerrogativa de defesa aos russos, afirma Maria Zakharova, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores Russo.

3 min de leitura
15 Set 2022 - 22h00 | Atualizado em 15 Set 2022 - 22h00

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia, através de sua porta-voz Maria Zakharova, disse hoje em um briefing que caso os Estados Unidos concordem em fornecer mísseis de longo alcance a Kiev para sistemas Himars fabricados nos EUA em uso pela Ucrânia, o país cruzará uma "linha vermelha" e se tornará "parte no conflito". Ela acrescentou que a Rússia "se reserva o direito de defender seu território".

Para ela, se houver ajuda desse tipo para a Ucrânia, os EUA assumirão aliança de guerra ao dar material bélico para um ataque à Rússia.

Ela ainda afirma que "Os Estados Unidos e seus aliados, que fornecem armas ao regime de Kiev, estão se tornando cúmplices de seus crimes de guerra. Se Washington decidir fornecer a Kiev mísseis de longo alcance, cruzará a linha vermelha e se tornará parte direta do conflito. Nós nos reservamos o direito de defender nosso território com todos os fundos disponíveis", disse.


Bateria de mísseis de médio alcance americanos Pershing II preparados para serem disparados no campo de testes americano McGregor Range em 1987: armas foram desmanteladas com a assinatura do tratado INF no mesmo ano Foto: / Frank Trevino/12-01-1987


Caso haja retaliação Russa diretamente aos EUA, deve-se perceber que eles tomaram partido da Ucrânia e estão em conflito direto com os russos, já que decidiram apoiar seus ataques.

De acordo com Zakharova, "possíveis entregas de armas de mísseis ao regime de Kiev são comparáveis a uma situação em que mísseis baseados em terra fabricados nos EUA, anteriormente proibidos pelo Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário, capazes de atingir alvos em território russo, fossem implantados nos países europeus"

Para a porta-voz russa "Os EUA mostram interesse em estender as Hostilidades na Ucrânia pelo maior tempo possível e, claro, controlar essa situação", dessa forma os russos veem neles inimigos.

"Oficiais americanos fazem declarações abertas de que o Exército dos EUA tem preparado a recente 'contraofensiva' ucraniana por vários meses. Então eu tenho uma pergunta: ainda são as Forças Armadas da Ucrânia ou são as Forças Armadas da Ucrânia e do Ocidente?", perguntou.

A guerra entre Rússia e Ucrânia teve início em 24 de fevereiro de 2022.

Foto destaque: Maria Zakharova. Alexander Zemlianichenko

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo