Música

Rapper R. Kelly é acusado de tráfico de mulheres

Rapper R. Kelly é considerado culpado por todas as acusações de tráfico sexual de mulheres e menores de idade.

3 min de leitura
27 Set 2021 - 19h13 | Atulizado em 27 Set 2021 - 19h13

O rapper R. Kelly foi condenado pelo crime de tráfico sexual de mulheres e de menores de idade. O julgamento já durava seis semanas, e todas as sessões aconteceu no Tribumal Federal do Brooklyn, nos Estados Unidos. Nesta segunda-feira (27), depois nove horas de deliberações, ele foi acusado de oito alegações contra a Lei Mann e outras extorsão. A informação vem do The New York Times.

A Lei Mann proíbe transportar mulheres ou garotas das fronteiras estaduais para fins de "prostituição, libertinagem ou qualquer outro propósito imoral". A lei foi criada em 1910, e sofreu alterações ao longo dos anos para abranger casos que vão de política a racismo.

 


 

 


O cantor foi considerado culpado por ser líder de um esquema, que durou décadas, de recrutamento de mulheres e menores para o tráfico sexual. Foram convocadas 45 testemunhas, sendo onze acusadors do rapper (9 mulhers e 2 homens). A grande maioria das mulheres acusadoras eram negras. Algo das últimas seis semanas os promotores revelaram detalhes da organização criminosa, com provas de acontecimentos desde de 1991.

https://lorena.r7.com/post/Olivia-Rodrigo-desabafa-sobre-a-fama-Pode-ser-muito-dificil-para-a-sua-saude-mental

https://lorena.r7.com/post/Rita-Lee-recebe-exposicao-em-homenagem-a-seus-50-anos-de-carreira-no-Museu-de-Imagem-e-Som

https://lorena.r7.com/colunista/Eliel-Pereira/post/AMusicaSalva-Campanha-criada-pelo-TikTok-em-parceria-com-o-Emicida

No ano de 2008, ele havia sido acusado de manter pornagrafia infantil, mas acabou sendo inosentado de 14 acusações. 

E esta foi a primeira consequência criminal, depois de muitas suposições e acusações de abuso sexual e outros atos indevidos. Ele enfrenta a possibilidade de prissão perpétua, sua audiência de condenação está marcada para o dia 4 de maio de 2022.

Alguns relatos das vítmas sobre as acusações envolvendo o rapper foram dadas pelas próprias vítimas no documentário Surviving R. Kelly, de 2019, disponível na Netflix. A cantora Lady Gaga chegou a remover de um álbum seu, um 'feat' que continha a participação do rapper.

 

Foto destaque: R. Kelly. Reprodução/Antonio Perez/Pool/AFP

Deixe um comentário