Música

Rapper DMX morre aos 50 anos

10 / 04 / 2021 as 08:04
Música

Rapper DMX morre aos 50 anos

Rapper DMX morre aos 50 anos, o artista se destacou na cena de Nova York dos anos 90 e foi um dos nomes mais importantes do rap . Ele sofreu um ataque cardíaco.

3 min de leitura
10 Abr 2021 - 08h00 | Atulizado em 10 Abr 2021 - 08h00

O rapper norte-americano DMX, conhecido por se destacar na cena de Nova York dos anos 90 com letras pesadas, morreu aos 50 anos nesta sexta-feira (9). O artista estava internado na UTI desde o dia 2 de abril, após sofrer uma parada cardíaca.

Murray Richman, advogado do artista há 25 anos, confirmou no início do mes a parada cardíaca do rapper, mas disse não ter informações sobre a causa. Após isso DMX entrou em estado vegetativo. Agora, o anúncio do falecimento veio da própria família do artista, que disse em comunicado:

"Nós estamos profundamente tristes de anunciar hoje que nosso amado DMX, com nome de nascimento Earl Simmons, morreu aos 50 anos no White Plains Hospital (no estado de Nova York) com sua família ao seu lado", diz o comunicado.

"Earl foi um guerreiro que lutou até o fim. Ele amava sua família com todo o seu coração e nós temos carinho pelo tempo que passamos por ele. A música de Earl inspirou inúmeros fãs pelo mundo e seu icônico legado vai ficar para sempre", concluiu o texto.


DMX fez sucesso na música e nos cinemas. (Foto Reprodução: Deadline)


DMX lutou contra o uso de abusos de drogas durante vários anos e já tinha passado por algumas internações para reabilitação. Mas apesar de muitos rumores apontarem para overdose de substâncias químicas como a causa da parada cardíaca, essa informação não foi confirmada oficialmente.

O músico e ator foi um dos principais rappers da prolífica cena de hip hop de Nova York dos anos 90. Ele fazia um som pesado com letras agressivas e marcantes sobre a realidade das ruas.

https://lorena.r7.com/post/Aos-80-anos-o-ex-Beatle-Ringo-Starr-lanca-EP

https://lorena.r7.com/post/Saiu-o-trailer-de-Sem-Remorso-com-Michael-B-Jordan

https://lorena.r7.com/post/Netflix-adquire-documentario-sobre-vida-e-obra-de-Kanye-West


No início dos anos 90, ele se tornou mais ativo na cena musical e colaborou com artistas como Jay-Z, LL Cool J e Ja Rule. Entre 1998 e 2003, cinco de seus álbuns estiveram no topo das listas de vendas nos Estados Unidos. Entre as músicas de maior sucesso dele estiveram "Get me a dog" (1998), "Party Up (Up in Here)" (2000) e "Money, Power & Respect", com The Lox e Lil' Kim (1998).

 

DMX também teve uma carreira como ator. Ele contracenou com Steven Seagal em "Rede de Corrupção" (2001) e com Jet Li em "Contra o tempo" (2003) e "Romeu tem que morrer" (2000). Os três filmes foram dirigidos pelo polonês Andrzej Bartkowiak.

 

Além disso o músico deixou cenas filmadas para dois longas ainda não lançados. "Fast and Fierce: Death Race" conta a história de uma corrida ilegal de carros realizada entre o México e a California. E "Doggmen" dirigido pelo primo do rapper, Antonio Simmons. No elenco tem Tara Reid ("American Pie") como protagonista.

 

 

(Foto Destaque: DMX se destacou na cena de Nova York dos anos 90 e foi um dos nomes mais importantes do rap. Reprodução: Deadline)

Deixe um comentário