Quais os riscos do PMMA?

Publicado 04 de May de 2021 às 13:50

Olá, pessoal! Tudo bem com vocês?

Hoje vamos abordar um tema muito comentado nos últimos dias: o caso da Dentista carioca que utilizava PMMA em suas pacientes.

 Em primeiro lugar vamos deixar claro que repudiamos as atitudes desta profissional que utilizava da boa fé de seus pacientes para defraudá-los utilizando um material diferente do qual oferecia.

 



O PMMA é uma espécie de resina acrílica, utilizada para preenchimentos faciais e corporais. Essa substância possui potencial risco de desenvolver alergia, rejeição, necrose tecidual e resultados inestéticos permanentes, tendo em vista ser um material definitivo, ou seja: não é absorvido pelo organismo humano.

 O uso do PMMA foi amplamente utilizado antes do advento do Ácido Hialurônico e ainda hoje é utilizado por se tratar de um material extremamente barato, porém, extremamente perigoso.



 

O Ácido Hialurônico é hoje o material mais seguro para a realização de preenchimentos. Essa substância participa da composição da pele humana e também é encontrada nas articulações onde tem a função de lubrificação. Por ser encontrada naturalmente no organismo humano, o AH é considerado altamente biocompatível com os tecidos e por isso o risco de desenvolver alergia ou rejeição é infinitamente pequeno. 



Além disso, um preenchimento realizado com AH é um processo totalmente reversível, primeiro porque ele é absorvido pelo organismo e segundo porque ele pode ser degradado por uma enzima se caso o paciente não gostar do resultado ou se caso acontecer alguma intercorrência como a alergia.



Quando existe o desejo pela Harmonização, em primeiro lugar pesquise sobre o profissional. É importante saber se o perfil deste profissional é conservador ou se ele gosta de grandes transformações faciais e que esse perfil vá de encontro com seu desejo. Além disso, pesquisar os resultados que ele consegue alcançar e pesquisar a sua competência, ou seja: se ele está apto a realizar esses procedimentos e a partir daí decidir o melhor plano de tratamento, o melhor material e a melhor técnica para você.

 Atualmente, sabendo das opções de preenchedores disponíveis no mercado o uso do PMMA não se justifica em hipótese alguma.

 

 Espero que este caso sirva de alerta para evitarmos maiores problemas ao procurar por um procedimento estético.

 

 Até semana que vem, pessoal!

 

(Foto destaque: 

 

Deixe um comentário