Preta Gil faz balanço de sua carreira: “Quebrei paradigmas”

Publicado 03 de Nov de 2020 às 18:05

Aos 46 anos, Preta Gil estrela a sua primeira capa da Vogue Brasil. Em edição que celebra o corpo livre e a liberdade de se sentir bem e ser feliz na própria pele, a cantora relembra a sua longa trajetória em busca de ampliar espaços e quebrar paradigmas impostos pela sociedade. 

 

"Quebrei paradigmas, abri espaços. Não foi fácil, mas olho para trás e tenho certeza de que valeu", disse ela em entrevista a Daniela Falcão. Em seu Instagram, ela comemorou o feito postando uma imagem na qual aparece vestindo a grife Dior. "Ela faz a Vogue dela! Nossa vez chegou!", escreveu.


Cantora estrela capa da Vogue no mês de novembro. (Foto: Reprodução/Vogue) 


Leia mais: Nicole Bahls quebra o pé em obra de seu novo sítio: "Doeu demais" 


Preta fala sobre arrependimento de procedimentos estéticos 


Contudo, em recém entrevista com Angélica no podcast Simples Assim, a filha de Gilberto Gil desabafou sobre a pressão das pessoas por um corpo perfeito, e também falou sobre o arrependimento de ter realizado alguns procedimentos estéticos. 

 

“Eu me arrependo de ter feito quatro lipoaspirações, praticamente uma atrás da outra, porque eu estava fora dos padrões e sofri uma série de preconceitos. Para as pessoas pararem de falar de mim, decidi ficar magra. Remédios, cirurgias, médicos da moda... Uma hora me questionei. Estava me mutilando para agradar a quem? Não era eu, porque estava confusa, sem saber o que sentia. Reflete antes”, contou. 

 

“Quando você pega o fio da meada de se amar, o autoamor é um caminho sem volta. Entendi que aquela lipoaspiração foi uma mutilação com o meu corpo, não precisava ter feito aquilo para agradar. Hoje, com o que eu penso, tenho uma barriga que eu olho e não amo”, concluiu. 

 

(Foto Destaque: Preta Gil. Reprodução/Instagram) 

Deixe um comentário