Notícias

Prefeito Eduardo Paes anuncia o cancelamento dos desfiles de rua

Esse será o segundo ano seguido que não terá desfiles e blocos de rua por conta da Covid-19. O prefeito Eduardo Paes anunciou que não terá o carnaval, porque seria um risco de proliferação do vírus.

3 min de leitura
05 Jan 2022 - 11h36 | Atualizado em 05 Jan 2022 - 11h36

Depois de dois anos seguidos por conta da pandemia, o prefeito Eduardo Paes (PSD) anunciou na última terça feira (4) durante uma transmissão na internet, que a cidade não terá desfiles de rua e blocos estão liberados para organizarem eventos em local controlado e com comprovação da vacina. O prefeito explicou que ter carnaval seria um risco de proliferação do vírus. 

No pronunciamento foi feito na sede da prefeitura, no Centro. Eduardo Paes disse: “O carnaval de rua por sua natureza, e pelo aspecto democrático que tem, ele gera a impossibilidade de se exercer qualquer tipo de fiscalização. Tendo em vista os dados epidemiológicos que a gente tem, e provavelmente nós teremos daqui pra frente, me chamou atenção que seria muito difícil tomar uma decisão agora. Dificilmente a gente conseguiria fazer.” 

Na reunião, Rita Fernandes, presidente da Associação Independente dos Blocos da Zona Sul, Santa Teresa e Centro da Cidade de São Sebastião (Sebastiana), concordou com a fala do prefeito e disse: “Diante do quadro de risco sanitário, a gente acata a decisão do prefeito. Com muita tristeza, a gente não vai fazer o carnaval esse ano. A gente recebeu a notícia com muita tristeza, mas já imaginando que isso poderia acontecer. Precisamos seguir a ciência. Se a ciência diz que não pode, não somos nós que vamos fazer diferente. Houve concordância de todos os blocos e ligas que estavam representadas ali. O prefeito disse que o quadro é de muita instabilidade e que na situação de hoje não dá pra fazer. E não tem como arrastar mais essa decisão. Então foi melhor a gente recuar.” 


Carnaval de rua no Rio de Janeiro.(Foto: Reprodução/Arquivo/Prefeitura do Rio)


Os representantes de blocos do Rio de Janeiro, concordaram com o cancelamento dos desfiles e disseram: “Precisamos seguir a ciência.” Eles acreditam que a decisão foi acertada.  

Rodrigo Rezende, presidente da Liga Amigos do Zé Pereira, comentou sobre o pronunciamento feito: “O carnaval de rua é a festa da vida. Se por conta do carnaval uma vida for perdida, a festa já não valeu a pena. A gente não pode arriscar. A decisão foi acertada. […] Pra gente era um momento muito aguardado. É uma tristeza muito grande. Já estávamos esperando por isso, mas é muito triste.  O que resta agora é avisar as pessoas, pedir para que todos não saiam de casa, principalmente se a taxa de contágios estiver alta. Vamos esperar mais um pouco.” 

Ainda na reunião, o prefeito do Rio confirmou que o carnaval das escolas de samba no Sambódromo está confirmado em 2022. Eduardo Paes explicou: “Se a gente pode ter jogo do Flamengo no Maracanã e do Vasco em São Januário, a gente pode ter desfile das escolas no estádio do samba, que é a Marques de Sapucaí. Basta que os protocolos adotados para o estádio de futebol sejam transferidos para o estádio do samba que é a Sapucaí. Isso também vale para as festas em espaço fechado. Você tem como estabelecer o controle.” 

 

Foto Destaque: Segundo ano seguido ser carnaval. Reprodução/Alexandre Durão/G1

LEIA MAIS

Deixe um comentário