Saúde

Praticar corrida faz bem para os joelhos, apontam estudos; veja como evitar lesões

Segundo alerta da OMS (Organização Mundial da Saúde), 150 minutos por semana de exercício físico moderado ou 75 minutos de atividade intensa são o razoável para garantir esses benefícios para a saúde.

3 min de leitura
23 Nov 2022 - 11h00 | Atualizado em 23 Nov 2022 - 11h00

Sempre foi vendido a ideia de que o impacto da corrida poderia prejudicar os joelhos, mas pesquisas divulgadas nos últimos anos mostram que os pontos positivos do esporte para as articulações são maiores do que os riscos.

O doutor em ciências da motricidade e professor da EEFERP-USP (Faculdade de Educação Física de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo), Paulo Roberto Pereira, afirma que articulações como a do joelho não contém vasos sanguíneos e, por isso, necessitam se movimentar para se manterem irrigadas e nutridas.

O efeito causado por uma caminhada resistente ou pela corrida favorecem essa nutrição e mantém as articulações saudáveis, como mostrou uma revisão divulgada no estudo científico Physical Therapy in Sport.

O especialista disse que corridas e caminhadas de até 30 minutos não devem causar ferimentos em pessoas saudáveis. Contudo, é recomendado que o ritmo seja elevado de forma gradual, que os treinos sejam intercalados com dias de descanso e que o corredor iniciante cheque se não tem enfermidade, como arritmias, antes de praticar o esporte.

A corrida ajuda a saúde cardiovascular e respiratória, precaver doenças metabólicas como a diabetes e eleva a longevidade, como apontou um artigo de revisão divulgado na revista British Journal of Sports Medicine.

Segundo alerta da OMS (Organização Mundial da Saúde), 150 minutos por semana de exercício físico moderado ou 75 minutos de atividade intensa são o razoável para garantir esses benefícios para a saúde.


Caminhada no parque. (Foto: Reprodução/Pexels)


Duas pesquisas atuais também apontaram que, ao contrário do que se acreditava, a corrida não deve ser rejeitada por indivíduos com doenças articulares, como a osteoartrite.

"Na verdade, hoje sabemos que o sedentarismo prejudica muito mais para uma artrose do que algumas atividades, mesmo as que envolvem certo impacto", diz o fisioterapeuta e especialista em ortopedia e traumatologia, Guilherme de Carvalho Sposito.

O médico diz que o procedimento para este tipo de patologia não deve ser feito levando em consideração apenas um achado clínico, como o exame de imagem, e mostra a intensidade e os benefícios do esporte depender de questões como a idade, o condicionamento físico, as doenças relacionadas e a disposição do paciente.

O especialista ortopedista Marco Demange, professor do departamento de ortopedia e traumatologia da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), faz três conselhos simples para evitar lesões nos joelhos durante a corrida.

ALONGUE-SE CERTAMENTE E FORTALEÇA A MUSCULATURA

Os músculos da coxa, panturrilha, dos glúteos e do abdômen são fundamentais para manter uma postura adequada durante a corrida e, por isso, devem ser consolidados antes da prática esportiva.

A musculatura da perna, em específico, é fundamental para aliviar o peso depositado sobre os joelhos, por isso, os praticantes devem dar mais atenção a ela.

O alongamento também é muito importante antes e depois de atividades, diz Demange. Essa elaboração auxilia na maior flexibilidade muscular e das articulações e, consequentemente, na prevenção de ferimentos.

CUIDADO COM O SOBREPESO

O especialista informa que durante a corrida, o efeito sobre as articulações do joelho pode ser igual a até 4 vezes o peso da pessoa e, por isso, indivíduos obesos ou com sobrepeso têm uma possibilidade maior de sofrer lesões.

Guilherme de Carvalho Sposito ainda afirma que a maior quantidade de gordura pode causar inflamações, o que pode o tornar predisposto à dor. Contudo, ele defende que essas pessoas não se privem de praticar atividades ou correr, mas sim se preparem bem, com melhora do condicionamento físico, antes de praticar.

DESCANSE

Qualquer exercício de impacto deve ser seguido por um momento de descanso para que o corpo se recupere. Com a corrida não é diferente. O momento é preciso para que os músculos e as articulações se ajustem e, quando for o caso, se regenerem.

Esse conselho é ainda mais fundamental quando há qualquer tipo de inflamação nos músculos ou tendões. Elas são habituais em corredores iniciantes e costumam ser invertidas sem a necessidade de intervenções médicas. Entretanto, é preciso de um período de descanso para esta recuperação acontecer.

Se o corredor sentir qualquer dor durante a atividade, a prática deve ser interrompida. Caso os incômodos persistam, um especialista deve ser buscado.

 

Foto destaque: Corrida. Reprodução pexels.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo