Saúde

Possível surto de cólera no Afeganistão gera preocupação internacional

ONU se mobiliza para conter possível surto que já possui meio milhão de casos suspeitos de diarreia, organização também realiza esforços para confirmar dados fornecidos pelo Talibã.

3 min de leitura
23 Jun 2022 - 21h35 | Atualizado em 23 Jun 2022 - 21h35

Nesta quinta-feira (23), o escritório humanitário da Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou que está se mobilizando para conter o surto de cólera que vem ocorrendo no Afeganistão após um terremoto que aconteceu no país na última quarta-feira (22). Ainda segundo a ONU, já foram registrados mais de meio milhão de casos suspeitos de diarreia aguda no país, o que vem preocupando autoridades sanitárias internacionais.

De acordo com o escritório, ainda não há confirmação correta sobre o andamento das operações de busca de sobreviventes da tragédia, segundo dados apresentados pelo Talibã, cerca de 90% das buscas teriam sido realizadas, mas o escritório ainda busca confirmar essa informação.


Cólera (Foto: Reprodução/Educa Mais Brasil)


O que é a cólera e como evitá-la?

A cólera é uma doença causada por bactérias que causam infecções intestinais agudas, atingindo principalmente o intestino delgado, sua transmissão se dá pela ingestão de alimentos contaminados com as fezes ou pelo contato com pessoas infectadas.

Seu principal sintoma é a forte diarreia que pode vir também com vômitos recorrentes, febre e dores abdominais. As fezes da pessoa infectada pela cólera são comumente líquidas, com cor acinzentada, sem fortes odores e não apresenta sangue ou pus.

A perca excessiva de água por meio da diarreia e dos vômitos pode gerar uma forte desidratação, queda da pressão arterial, coma e pode até levar a óbito.

Seu diagnóstico é feito por meio de exames laboratoriais e de fezes, testes que são capazes de identificar a presença do “vibrião”, é importante que o diagnóstico seja feito corretamente para evitar confundir a cólera com uma simples diarreia e não tomar os cuidados necessários.

O principal cuidado a ser tomado para evitar a contaminação por cólera são medidas de saneamento básico, assepsia das mãos e limpeza adequada dos alimentos antes de ingeri-los. Além disso, também há a possibilidade de se vacinar contra a cólera, no entanto, ela possui efeitos de curta duração.

 

Foto Destaque: Mulher sofrendo com cólera. Reprodução/UOL

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo