Esportes

Por que os artilheiros do Brasileirão não foram convocados pela Argentina

Cano e Calleri, centroavantes de Fluminense e São Paulo, têm 71 gols somados no ano não foram sequer cogitados por Lionel Scaloni no último ciclo, mesmo após dois cortes no Catar.

3 min de leitura
18 Nov 2022 - 12h00 | Atualizado em 18 Nov 2022 - 12h00

Os argentinos Germán Cano, do Fluminense, e Jonathan Calleri, do São Paulo, são destaques no futebol brasileiro. Juntos, eles marcaram 71 gols em 2022: 44 para Cano e 27 para Calleri. Mesmo diante do ótimo desempenho em seus clubes, porém, nem passaram perto da lista do técnico Lionel Scaloni para a Copa do Mundo, que cortou dois nomes do ataque já no Catar.

 

Na mesma posição, a Argentina conta com Lautaro Martínez e Joaquín Correa, da Inter de Milão, e Julián Álvarez, do Manchester City. O segundo acabou cortado na quinta-feira.

 

Veja, abaixo, os números do trio na temporada 2022/2023 do futebol europeu, que ainda está na metade:

 

Lautaro Martínez: 21 jogos, oito gols e cinco assistências;

Joaquín Correa: 18 jogos, três gols e três assistências;

Julián Álvarez: 20 jogos, sete gols e duas assistências.


German Cano comemora gol durante partida contra o São Paulo — Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

German Cano comemora gol durante partida contra o São Paulo — Foto: Thiago Ribeiro/AGIF


Especialistas explicam que o técnico Lionel Scaloni apostou na experiência e no nível dos adversários que Lautaro, Correa e Álvarez costumam enfrentar. Guido Glait, da TyC Sports, por exemplo, citou o caso de Gabigol, estrela do Flamengo, fora da lista de Tite no Brasil.

 

“Eu poderia perguntar por que na seleção brasileira não está o Gabigol. E acredito que seja a mesma situação. Ele foi à Europa e não foi protagonista como é aqui na América do Sul. Acho que essa é a questão. Tirando a Copa Libertadores em que há confrontos internacionais, no Campeonato Brasileiro se joga contra 10, 15 times inferiores, tirando os cinco, seis de melhor nível”, disse o jornalista.

 

Glait diz ainda que outros jogadores que se destacam no futebol argentino também não foram cogitados por Scaloni justamente por causa do nível sul-americano.

 

“Na Argentina, o Cano não é cogitado para a seleção porque basicamente joga numa liga mais fraca se comparada com as europeias. Hoje os atacantes da Argentina são Messi, Di María, Lautaro Martínez, Julián Álvarez... Também não são cogitados jogadores que atuam na Argentina, exceto o goleiro Armani. E isso acontece com o Campeonato Brasileiro, que não é considerado uma liga de elite, de nível competitivo para uma Copa do Mundo”.

 

Sem Cano e Calleri, a Argentina estreia na Copa do Mundo contra a Arábia Saudita, na terça-feira, às 7h (de Brasília), no Lusail. Depois, encara México e Polônia.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo