Notícias

Polônia entra em acordo com Alemanha e recebe sistema antiaéreo Patriot

Após um míssil ter atingido uma cidade polonesa que faz fronteira com a Ucrânia, Alemanha envia sistema antiaéreo para a Polônia se defender de possíveis bombas lançadas

3 min de leitura
23 Nov 2022 - 15h23 | Atualizado em 23 Nov 2022 - 15h23

No dia 15 de novembro, a Polônia foi atingida por um míssil, por conta da guerra entre Rússia e Ucrânia iniciada em fevereiro deste ano, as bombas atingiram Przewodow, uma pequena cidade que fica próxima à fronteira ucraniana. Duas pessoas morreram no local.


Região destruída pelo míssil lançado em Przewodow, Polônia. (Foto: Reprodução/Reuters)


A localização fronteiriça e a grande exposição aos ataques explosivos, a Alemanha anunciou nesta segunda-feira, 21, que disponibilizou seus próprios mísseis Patriot para a Polônia, em direção ao lado leste, apontado para a Rússia. 

Vale lembrar que Alemanha e Polônia são aliadas e países-membros da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) e a Ucrânia não faz parte da organização, mas é considerado um ‘país-associado’.

“A Polônia é nossa amiga, aliada e, como vizinha da Ucrânia, particularmente exposta”, relata Christine Lambrecht, ministra alemã da Defesa, em conversa com Mariusz Blaszczak, ministro da Defesa da Polônia.

Se estivesse posicionado em terras polonesas por segurança e precaução, o sistema antiaéreo poderia ter interceptado o míssil, evitando as mortes e destruição no local atingido.

O Patriot é fabricado pela empresa americana Raytheon Technologies. O equipamento foi criado no início dos anos 60, e foi sendo modernizado com o passar dos anos. Atualmente, o armamento é capaz de defender uma área contra mísseis balísticos táticos, mísseis de cruzeiro, drones, aeronaves e “outras ameaças” no qual a companhia preferiu não especificar.

De acordo com as Forças Armadas da Alemanha, o Patriot tem potencial para proteger uma distância de cerca de 68 quilômetros, o radar pode rastrear até 50 alvos e atacar 5 deles instantaneamente. 

Para seu manejo, cada unidade utilizada demanda o conhecimento de aproximadamente 90 militares para seu funcionamento, segundo o Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais.

O equipamento antiaéreo já foi utilizado em diversas situações, incluindo em episódios reais de guerra. Em 1991, foi sua primeira operação, quando precisou ser usado para a defesa das tropas americanas e da coalizão contra mísseis Scud do Iraque no decorrer da Operação Tempestade no Deserto.

Foto Destaque: Sistema de defesa antiaérea Patriot (Reprodução/Bernd Wüstneck/Picture Alliance)

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo