Money

‘Pigcasso’; Porca pintora quebra recorde e vende quadro por 150 mil reais

A porca 'Pigcasso' vive na África do Sul e bateu o recorde que anteriormente era do chimpanzé 'Congo' que vendeu a obra por 105 mil reais em 2005. A venda de suas obras é revertida para o Farm Sanctuary SA .

3 min de leitura
06 Jan 2022 - 14h40 | Atualizado em 06 Jan 2022 - 14h40

Quando iriam imaginar uma porca artista? Mas isso de fato aconteceu com a porca que vive na África do Sul, apelidada de Pigcasso, ela atingiu o sucesso jamais esperado para um animal como ela. 

Pigcasso tem uma galeria de arte própria e recentemente quebrou o recorde do valor pago por uma arte produzida por animais de 20 mil libras, aproximadamente 150 mil reais. O recorde anteriormente era do chimpanzé Congo, que vendeu sua obra por 14 mil libras, aproximadamente 105 mil reais em 2005. 


 Em sua rede social, os quadros da porquinha são expostos. (Publicação Via Instagram)


Com isso, a obra mais cara já produzida por um animal, a Pigcasso, é o quadro Will and Free, Selvagem e Livre em português, uma pintura abstrata com foco nas cores azul, verde e branco. A arte foi comprada por Peter Esser, um investidor alemão, com cerca de 72 horas depois de ser colocado à venda, segundo o Daily Mail.  

Toda a renda obtida com as vendas dos quadros é revertida em financiamento para o Farm Sanctuary SA, um abrigo de animais e também serve para conscientizar a população a respeito da produção de carne, segundo Joanne Lefson, ativista na Cidade do Cabo e dona da Pigcasso.  

Em suas redes sociais, a porquinha tem pouco mais de 42 mil seguidores e exibe suas criações há pouco mais de cinco anos. 

Segundo Joanne, tudo teve início quando a porca começou a brincar e se interessava muito por lápis e pincéis, sendo assim os únicos objetos que ela não comia. Observando este comportamento do animal, a dona iniciou os estímulos artísticos dela, agradando com petiscos a cada vez que a porquinha fazia alguma pintura com o focinho.  

 

Foto destaque: 'Pigcasso' tem mais de 42 mil seguidores nas redes sociais. Reprodução/Instagram

LEIA MAIS

Deixe um comentário