Notícias

Petrópolis: Moradores de área com risco de deslizamento se recusam a deixar casas

Bombeiros pedem as pessoas que se recusaram a sair das regiões de risco, que assinem o termo de ciência do perigo. Sirenes voltam a tocar no Morro da Oficina e em outras localidades da cidade

3 min de leitura
18 Fev 2022 - 09h47 | Atualizado em 18 Fev 2022 - 09h47

Alguns moradores da região da Rua Teresa, área tradicional de comércio de Petrópolis na Região Serrana do Rio, que foi fortemente atingida pelo temporal nesta terça-feira (15), se recusam a sair de suas casas, mesmo tendo sido informados pelos bombeiros que a área corre risco de deslizamento.

De acordo com os agentes do Corpo de Bombeiros que trabalham na contenção da área e na busca por corpos, os moradores que se recusam a sair de áreas condenadas são instruídos a assinar um termo de que foram informados pelas autoridades sobre o risco da região que, segundo eles, ainda possui risco de deslizamento em alguns pontos.

Os bombeiros passaram a madrugada inteira trabalhando na retirada de terra da área onde ficava uma academia e uma agência bancária que foram atingidas. Segundo a equipe, o solo segue molhado.

Uma grande pedra ameaça parte das casas do bairro Alto da Serra


Agentes da Defesa Civil tentam convencer idoso a deixar casa em área de risco em Petrópolis  (Foto: Reprodução/TV Globo)


Em outra localidade, agentes da Defesa Civil insistiam com um idoso de 80 anos para que ele saísse de uma casa com o entorno completamente destruído. Eles tentaram convencê-lo a deixar o local, o idoso chegou a sair de casa, mas voltou após o tempo melhorar.

Carros retorcidos, entulho e objetos deixados pelo caminho podiam ser vistos pela região



O secretário de Defesa Civil e Coronel Leandro Monteiro, comandante do Corpo de Bombeiros, destacou que o processo de convencimento é uma das tarefas mais difíceis dos profissionais.

"A nossa maior dificuldade é conscientizar o morador a abandonar as suas casas e ir para um abrigo. A Prefeitura de Petrópolis montou vários abrigos e eu peço que quem estiver morando em áreas de risco se desloque para lá. Esta madrugada eu tive uma reunião com o secretário de Obras e Infraestrutura e ele já está identificando as pedras", afirmou o secretário.

As sirenes tocaram no fim da madrugada no Morro da Oficina, uma das regiões mais afetadas da serra. A mensagem pedia aos moradores para se dirigir a um local mais seguro.

 

Foto destaque: Petrópolis. Reprodução/ G1

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo