Notícias

Petrópolis: 'Alívio', diz mãe ao ser resgatada com bebê por helicóptero

Priscila Magrani foi resgatada com seu filho de 1 ano pelo corpo de bombeiros através de um helicóptero após o deslizamento de uma encosta. Ela relatou os momentos de desespero ao lado do filho.

3 min de leitura
18 Fev 2022 - 20h17 | Atualizado em 18 Fev 2022 - 20h17

Com o estado de calamidade anunciado pelo Governo Federal nesta quinta-feira (17), Petrópolis vem vivendo dias dramáticos depois do temporal que atingiu a região causando inúmeras mortes e desaparecimentos.

Com inúmeros relatos trágicos de pessoas que perderam tudo, principalmente entes queridos, há quem conseguiu escapar por um triz. É o caso da Priscila Magrani, moradora da cidade serrana.

Priscila, uma das vítimas da tragédia, sentiu o desespero em temer pela vida. O trauma foi ainda maior ao tentar resgatar seu filho, Paulo Henrique, de 1 ano e 8 meses. Em entrevista ao G1, Magrani relatou os momentos de pânico que enfrentou ao lado do filho.

Ela contou que ficou acuada na própria casa quando uma das encostas desabou. Isolada em sua residência com o bebê, Priscila teve que ser resgatada por helicóptero, já que não tinha como fugir pelo solo por conta da destruição.


Momento do resgate de Priscila e Paulo Henrique (Foto: Reprodução/G1)


Priscila ainda contou como foi os últimos momentos até estar em segurança com o filho. Ela disse que via casas deslizando ao redor da sua, a mais ou menos um metro de distância.  

O resgate foi bem complexo, como transmitido pelo Jornal Nacional (TV Globo), e por isso levou alguns minutos até que tudo ocorresse bem. Segundo a mãe de Paulo Henrique, apesar do medo e agitação do bebê em embarcar no veículo aéreo, ela garantiu que os bombeiros tentaram fazer tudo da melhor maneira possível.

Por fim, ela falou o sentimento que teve depois que se deu conta que tudo estava bem e em segurança. "Foi uma sensação de alívio, de vamos sair, vamos ser resgatados. Vamos continuar vivos", finalizou.

Apesar de alguns resgates realizados com sucesso, infelizmente muitos não tiveram a sorte de Priscila. Segundo relatos, muitos pais perderam seus filhos na tragédia, e alguns ainda nem tiveram ao menos a oporunidade de encontrar os corpos. Contudo, a equipe de bombeiros juntamente com a polícia civil, o exército e moradores voluntários  seguem fazendo buscas nas áreas atingidas pela destruição.

Tragédia

Na última terça-feira (15), um grande temporal atingiu Petrópolis causando destruição total em toda parte da região. A chuva foi tão agressiva que causou grandes deslizamentos e inundações que provocaram a morte de dezenas de pessoas.


Parte da destruição provocada pelo forte temporal em Petrópolis. (Foto: Marcos Serra Lima/G1)


Com a declaração de calamidade pública, entidades governamentais, instituições privadas e outros estados do país estão fazendo campanhas de arrecadações para as vítimas sobreviventes, além de artistas e famosos.

Ao todo, são 136 mortos até o momento e 213 desaparecidos. No entanto, esse número pode ser ainda maior devido a falta de cadastro de residências no local e corpos que ainda não foram identificados. 

O volume de chuva registrado em Petrópolis (RJ) é o maior em quase um século de medições, batendo recorde de devastação na região.

 

Foto destaque: Priscila Magrani e seu filho Paulo Henrique. Reprodução/TV Globo

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo