Saúde

Pesquisadores orientam como comentar sobre o peso corporal com crianças

Pesquisas realizadas pela JAVA Pediatrics enfatiza a importância das conversas sobre os alimentos bons e ruins, saudáveis ou não com indivíduos em formação, podem ser útil no equilíbrio

3 min de leitura
09 Ago 2022 - 09h13 | Atualizado em 09 Ago 2022 - 09h13

Em Los Angeles nos Estados Unidos, o filho de Oona Hanson retornou à escola com um desejo maior de se alimentar, mais do que antes, seis meses depois ele foi parar em hospital com diversos distúrbios alimentares. Hanson que trabalhou durante muito tempo como professora com formação em psicologia educacional em Los Angeles, Estados Unidos. Durante esse período achava que deveria evitar distúrbios alimentares nos seus filhos.


Preparação de alimentos (Foto: Reprodução/ Pixels)


Com este cenário, atualmente Hanson começou a orientar pais e cuidadores responsáveis pelas crianças sobre como ajudar no desenvolvimento saudável com a comida e o corpo. Tornou-se monitora da equipe de um serviço online e de tratamento de transtornos alimentos. 

Segundo os pesquisadores da JAMA Pediatrics Os transtornos alimentares conseguem afetar indivíduos de todas as idades, gêneros e origens. O estudo foi publicado no dia 5 de agosto de 2022, mostrando que 5% das crianças de 9 a 10 anos apresentam comportamentos alimentos desordenados. 

Os distúrbios surgem devido a raízes genética, traumas psicológicos, imagem corporal, pressão social, interrupções alimentares ou a cominação de todos os aspectos.  O estudo realizado e publicado em julho de 2022 na revista BMJ enfatizou como os alunos reagiram as escolas fizeram o procedimento de pesar os alunos e notificaram as famílias, comunicando se as crianças foram consideradas em uma faixa de peso saudável de acordo com outros exames de rotina. 

Alunos que apresentaram um faixa de peso normal, eram propensos a tentar perder peso depois que as famílias recebias as notícias da escola sobre o exame realizado. O estudo enfatiza também que, as conversar negativas realizada com os cuidadores responsáveis podem ser prejudicais, mas a pesquisa sugeriu comentários positivos também podem sair pela culatra. 

Ter um relacionamento saudável com a alimentação, corpo e peso pode preparar e ensinar indivíduos em formação a ter uma vida mais feliz, moldando as conversas para que esse processo aconteça de forma leve. Comentaram os especialistas.   

 

Foto destaque: Alimentação. Reprodução/ Pixels 

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo