Saúde

Pesquisadores afirmam que vírus da varíola dos macacos é encontrado em sêmen

Descoberta feita por especialistas italianos levanta questionamentos sobre ser possível a transmissão da doença por intermédio de relações sexuais. Ao todo, foram seis casos detectados em instituto no país europeu

3 min de leitura
15 Jun 2022 - 11h06 | Atualizado em 15 Jun 2022 - 11h06

Segundo publicação feita pela CNN Brasil, nesta segunda-feira, 13, cientistas divulgaram ter detectado fragmentos do vírus da varíola dos macacos no sêmen em uma série de pacientes na Itália. A informação levanta questionamentos sobre a possibilidade de haver a transmissão sexual da comorbidade. 

Atualmente, o consenso é que o vírus causador da doença se espalha através do contato próximo com um paciente infectado. O contágio ocorre por intermédio de lesões características na pele e/ou gotículas espalhadas pelo sistema respiratório (bem como a covid-19). De acordo com o veículo de comunicação, muitos dos casos no surto atual estão entre parceiros sexuais que tiveram contatos do tipo.

Porém, os casos de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), tais como clamídia, sífilis e HIV/Aids, são conhecidas por serem causadas por agentes que passam de um paciente para outro especificamente pelo sêmen, além de secreções vaginais e fluidos corporais.


Especialistas italianos divulgam relatório apontando fragmentos do vírus no sêmen de pacientes (Foto: Reprodução/Época Negócios - Globo)


Os primeiros a destacar a informação de que o vírus está presente no sêmen foram pesquisadores do Instituto Spallanzani, um hospital e centro de pesquisa em doenças infecciosas em Roma. Os especialistas, em 2 de junho, divulgaram relatório informando que encontraram o vírus no sêmen de quatro pacientes na Itália.  

Desde então, no Instituto, seis de sete dos pacientes tiveram fragmentos do vírus da varíola dos macacos encontrado no sêmen. Uma amostra testada em laboratório de um dos pacientes aponta que esse vírus encontrado podia infectar outro indivíduo e, também, se replicar.


Casos foram detectados por cientistas no Instituto Spallanzani (Foto: Reprodução/TNH1)


Em entrevista à Reuters, Francesco Vaia, diretor-geral do Instituto, afirmou que os dados coletados para a publicação não são suficientes para confirmar que características biológicas do vírus tenham se modificado ao ponto de evoluir seu modo de transmissão. 

“No entanto… ter um vírus infeccioso no sêmen é um fator que faz a balança pender fortemente para o lado da hipótese de que a transmissão sexual pode ser uma das maneiras nas quais o vírus é transmitido”, disse o diretor-geral.

Foto Destaque: Vírus da varíola dos macacos é encontrados no sêmen de quatro pacientes italianos. Reprodução/Money Times.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo