Saúde

Pesquisa da Fiocruz mede desigualdades sociais em saúde durante a pandemia

Pesquisa desenvolvida pela Fiocruz analisou dados de desigualdade social em saúde nas cidades brasileiras no período de janeiro de 2020 a janeiro de 2022; Norte e Nordeste apresentam piores índices.

3 min de leitura
29 Jun 2022 - 22h12 | Atualizado em 29 Jun 2022 - 22h12

O Centro de Integralização de Dados e Conhecimentos para Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Cidacs/Fiocruz Bahia), localizado em Salvador, desenvolveu uma pesquisa que mede o nível de desigualdade social em saúde nos estados brasileiros durante a pandemia. De acordo com os dados divulgados pela instituição a maioria das cidades do Norte e Nordeste mantiveram seus níveis de desigualdade social com poucas ou nenhuma alteração desde 2020.

No período pré-pandemia 98% dos municípios do Norte do Brasil estavam com os piores índices de desigualdade social em saúde da região, no Nordeste a taxa era de 99% das cidades nordestinas. Em contrapartida as regiões Sul e Sudeste possuíam, respectivamente, apenas 7% e 35% dos municípios classificados com os piores índices.


Profissionais de saúde realizam vacinação contra a covid-19 em bairros periféricos de Brasília. (Foto: Reprodução/Breno Esaki/Agência Saúde)


Segundo os pesquisadores, dois anos após o início da pandemia de covid-19 as cidades nortistas e nordestinas permaneceram praticamente na mesma situação, tendo uma redução de aproximadamente 5% das cidades do Norte, onde apenas 69 municípios registraram alguma melhora, enquanto que no Nordeste 92% dos municípios mantiveram os níveis de desigualdades anteriores a pandemia.

Para a epidemiologista Maria Yuri, vice coordenadora do Cidacs, a desigualdade social nestas regiões reforça as dificuldades enfrentadas pela população no acesso à saúde e na qualidade dos recursos disponibilizados. Ainda de acordo com Yuri índice busca analisar como as desigualdades sociais foram agravadas pela pandemia:  "Esperamos contribuir para monitorar a pandemia, aprofundando o conhecimento sobre o impacto das desigualdades sociais em saúde na covid-19 e em outras emergências de saúde pública".

O estudo completo, que foi realizado através do financiamento de edital internacional do Health Data Research UK, instituto inglês dedicado à coleta de dados científicos sobre saúde e lançado através da Aliança Internacional para Dados sobre Covid-19 (Icoda), será lançado oficialmente nesta quinta-feira (30) às 15 horas (Horário de Brasília).

O evento será online e terá uma mesa de abertura com representantes de organizações parceiras para a realização do projeto. Interessados poderão acompanhar o lançamento ao vivo mediante inscrição no webinar.

 

Foto Destaque: Sede da Fiocruz no bairro Manguinhos, no Rio de Janeiro. Reprodução: Fernando Frazão/Agência Brasil.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo