Música

Pela primeira vez em 17 anos, venda de CDs cresce nos EUA

Os artistas BTS, Adele e Taylor Swift contribuíram fortemente para a venda de CDs aumentar pela primeira vez em 17 anos nos EUA, de acordo com dados da MRC Data.

3 min de leitura
08 Jan 2022 - 13h40 | Atualizado em 08 Jan 2022 - 13h40

A volta do vinil teve um impacto significativo em como os ouvintes consumiram música no ano de 2021, que cresceu mais da metade. Porém, ano passado foi marcado por uma volta silenciosa do CD, principalmente impulsionada por Adele, BTS e Taylor Swift, de acordo com dados da MRC Data. As vendas alcançaram crescimento inédito, não visto em 17 anos nos EUA.

As vendas totais de álbuns nos Estados Unidos aumentaram em 6,3% em relação à 2020, totalizando 108,98 milhões, de acordo com os relatórios de fim de ano gerados pela MRC Data. As vendas gerais cresceram pela primeira vez em uma década, sendo impulsionadas pelos vinis vendidos em 51,4%, saindo de 27,55 milhões em 2020 para 41,72 milhões em 2021. Pela primeira vez na história de dados da MRC Data, os álbuns de vinis superaram os CDs.


O grupo sul-coreano BTS (Foto: Reprodução/BigHit Entertainment)


Mesmo que os CDs não sejam o formato físico de música mais dominante, suas vendas em 2021 foram motivo de orgulho para a MRC Data. Pela primeira vez em 17 anos, as vendas aumentaram de 40,16 milhões em 2020 para 40,59 milhões no último ano, totalizando um aumento de 1,1%. Esse é o primeiro ganho anual em vendas de CDs desde 2004, quando eram vendidos 10 vezes mais. De 2003 para 2004, as vendas saíram de 636,5 milhões para 666,5 milhões, com um aumento de 4,6%.

Adele, em seu novo álbum "30", liderou o topo da lista de álbuns mais vendidos de 2021, em todos os formatos físicos e digitais, com um total de vendas de 1,464 milhões. O disco alcançou o primeiro lugar da lista com apenas um mês e meio de lançamento, respondendo por 2,15% de todos os CDs vendidos no ano.


A cantora Adele (Foto: Divulgação/Apple Music)


Veja a lista dos 10 álbuns mais vendidos de 2021 nos EUA

No topo da lista está "30", de Adele, seguido por dois álbuns da cantora norte-americana Taylor Swift, "Fearless (Taylor's Version)" e "Red (Taylor's Version)". Em quarto lugar, vem "My Savior", de Carrie Underwood e logo em seguida vem "The Chaos Chapter: Freeze", de TOMORROW X TOGETHER.

Levando a sexta posição, Taylor Swift aparece mais uma vez com seu álbum "Evermore" e o próximo colocado é "Sticker: The Third Album", do grupo sul-coreano NCT 127. Nas últimas três posições, se encontram "Map of The Soul: 7" do BTS, "Sour" de Olivia Rodrigo e, por fim, "Be", do grupo sul-coreano BTS.

Foto destaque: Adele, BTS e Taylor Swift. Reprodução e Divulgação/Instagram e Billboard.

LEIA MAIS

Deixe um comentário