Notícias

Operação Finados: PRF intensifica fiscalização nas estradas

A Polícia Rodoviária Federal iniciou a Operação Finados para garantir maior conforto, segurança e fluidez do trânsito nas rodovias. Ação até 02 de novembro.

3 min de leitura
29 Out 2021 - 15h30 | Atualizado em 29 Out 2021 - 15h30

A Operação Finados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) que começou à zero hora desta sexta-feira (29) segue por cinco dias e terá intensificada a fiscalização do tráfego das estradas federais do Brasil. Com o aumento no fluxo de veículos durante o feriado prolongado, o reforço do policiamento ostensivo vai até as 23h59 da próxima terça-feira (02). Em nota, a PRF afirma que o principal objetivo é desestimular a prática de abusos e infrações, garantindo aos usuários das rodovias federais segurança, conforto e fluidez no trânsito, mesmo com o aumento significativo do fluxo de veículos. 

Em ocasiões que permitem, para alguns trabalhadores mais dias de folgas com passeios, viagens maiores, e enfim, programações diversificadas de cultura e lazer, por exemplo, ou até para quem busca a tranquilidade em locais distantes de suas residências e da movimentação da rotina do dia a dia, as autoridades de trânsito acabam ficando mais preocupadas, o que acarreta no aumento das ações preventivas, repressivas, além das educativas. O combate à embriaguez ao volante é intensificado justamente por causa de motoristas que acabam se arriscando e colocando em perigo a vida das outras pessoas ao tentarem chegar ao destino em um trajeto realizado às pressas, e na verdade sem condições reais de tempo mínimo para tal conduta. Até o término desta Operação Finados, policiais federais fiscalizarão, inclusive, ultrapassagens em trechos de pista simples e controle do excesso de velocidade. Vale destacar que acidentes graves ou até mesmo fatais são muitas das vezes causados por imprudência ou negligência como o consumo de bebidas alcoólicas associadas à direção.

Para coibir abusos e desrespeito às leis acontecerão durante a Operação ações de conscientização sobre condutas perigosas no trânsito e a partir das centrais de Comando e Controle, em tempo real, por meio de câmeras, será monitorado pela PRF tudo o que acontece ao longo das estradas. Agentes estarão atentos inclusive ao uso do cinto de segurança, do capacete, dos dispositivos de retenção para crianças e do uso de telefone celular, além de fiscalizações específicas de motocicletas e condições de conservação dos veículos. 


Policiais federais em ações nas estradas do país. (Foto: Reprodução/ PRF/ Estradas.com)


Para quem vai viajar, a PRF recomenda que "o veículo seja revisado e que o funcionamento dos equipamentos obrigatórios seja testado. Também é importante verificar a documentação do veículo e de todos os ocupantes, inclusive crianças e adolescentes. Durante o percurso, é importante que o motorista mantenha uma distância segura do veículo à frente, respeite os limites de velocidade estabelecidos para a via, ultrapasse, quando necessário, apenas pela esquerda e preste atenção aos pedestres, ciclistas e outros usuários."

https://lorena.r7.com/colunista/Lili-Bustilho/post/Prorrogada-a-campanha-de-multivacinacao-de-criancas-e-adolescentes

https://lorena.r7.com/colunista/Lili-Bustilho/post/Sindrome-da-Fragilidade-do-Idoso-prevencao-e-sinais-para-ficar-alerta

https://lorena.r7.com/colunista/Lili-Bustilho/post/Projeto-que-cria-auxilio-gas-para-familias-de-baixa-renda-e-aprovado-pela-Camara-dos-Deputados


O alerta para um tráfego consciente e seguro inclui atenção redobrada, principalmente nesta época de instabilidade climática com previsão de períodos chuvosos para o fim de semana em algumas partes do país, o que aumenta os riscos em pistas molhadas e escorregadias. Para informações, denúncias, comunicação de crimes e acidentes, a PRF dispõe do número de emergência 191. A ligação é gratuita e atende 24 horas em qualquer parte do Brasil. A corporação irá auxiliar os casos onde sejam necessários o pronto atendimento. Um segundo de desatenção é o suficiente para acarretar graves consequências para condutores, passageiros e pedestres. 

Polícia Rodoviária Federal nas estradas. Foto: Reprodução/ Estradas.com

Deixe um comentário