Tech

Ocidente sugere medidas de restauração em conflito com Rússia

Ucrânia recebe ataque cibernético em seu Ministério da Defesa e dois bancos, deixando em evidência, através de uma sinalização, a possibilidade da Rússia ter realizado o ataque.

3 min de leitura
16 Fev 2022 - 10h06 | Atualizado em 16 Fev 2022 - 10h06

Durante a última terça-feira (15), a Ucrânia informou que dois bancos e o Ministério da Defesa foram hackeados, levando a acreditar que o culpado desses ataques é a Rússia. Em contrapartida, alguns países do Ocidente procuravam “amenizar” o conflito induzindo uma redução da concentração de tropas em Moscou.

Há um conflito de décadas entre as relações do Kremlin, Estados Unidos e Europa em relação à Ucrânia, seguidos de episódios que influenciaram esse atrito, como o pós-Guerra Fria, fornecimento de energia, e os esforços de Moscou para impedir a junção de Kiev com a Otan.


Ucrânia recebe ataque cibernético e acredita ser investida da Rússia (Foto: Reprodução/Pixabay)


Os países do Ocidente buscaram acordar sobre medidas de controle de armas e a abertura para confiança, como uma forma de aliviar a tensão entre os países, e, também foi envolvido na sugestão, uma medida por parte da Rússia em reverter a concentração de 130.000 soldados na fronteira da Ucrânia.

Ainda nesta terça-feira, a Rússia alegou que alguns soldados retornaram, após os exercícios, a sua base de operação – não ficando claro a quantidade de soldados retirados. Linda Thomas-Greenfield, embaixadora dos EUA, exigiu evidências da informação cedida pela Rússia, completando “seria uma notícia bem-vinda, se for legítima".

A Ucrânia não acusou a Rússia de ser a responsável pelos ataques, mas, em um comunicado, sugeriu que a fonte dos ataques cibernéticos foi a Rússia.

De acordo com o Centro Ucraniano de Comunicações Estratégicas e Segurança, não foi descartada a possibilidade de o agressor ter se aproveitado de “pequenos truques sujos”, pois, seus planos agressivos não estão sendo efetivos em grande escala.

Dois bancos foram afetados pelos hackers: o Privatbank relatou problemas de pagamento e dentro de sua plataforma bancária; Oshadbank informou uma “desaceleração” em seu sistema. O Ministério da Defesa ficou fora do ar, e, em sua página inicial, havia um informativo dizendo que o site estava em manutenção.

 

Foto Destaque: Sites da Ucrânica ficam fora de ar após ataque cibernético. Reprodução/TugaTech.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo