Notícias

O caso da "mulher da mansão abandonada" em bairro nobre de SP

Mansão abandonada tem como moradora Margarida Bonetti, acusada de agredir e escravizar uma empregada doméstica nos EUA. Moradora é investigada pelo FBI.

3 min de leitura
21 Jul 2022 - 10h51 | Atualizado em 21 Jul 2022 - 10h51

Na tarde desta quarta-feira (20), a Polícia Civil de São Paulo cumpriu um mandato de busca e apreensão na casa abandonada, no bairro de Higienópolis, região central de São Paulo. A operação faz parte de um inquérito que investiga um possível abandono de incapaz tendo como vítima Margarida Bonetti, 63 anos, que é moradora do casarão. Na operação, a polícia resgatou um animal que estava no local e constatou que a casa estava muito suja além de ter muita coisa acumulada.

O delegado Luis Carlos Zaparoli, em entrevista ao programa Brasil Urgente, disse que os policiais tiveram dificuldades para entrar na mansão. “O cheiro dentro da casa também é terrível. É um local absolutamente insalubre. Para entrar nós tivemos dificuldades porque a porta não abria. Tinha muita coisa, muito lixo e muita coisa velha espalhada pelo local”, contou o delegado. Margarida Bonetti, que estava na residência, não queria colaborar com os policiais. “Ela só não queria que a gente entrasse de forma nenhuma. Ela estava delimitando a quantidade de policiais para entrar. Ela dificultou ao máximo”, afirmou o delegado.


"Casa abandonada" ficou famosa após podcast sobre misteriosa moradora. (Reprodução: Google Street View)


A mansão e a história de Margarida voltaram a ganhar interesse após ser tema de um podcast “A Mulher da Casa Abandonada”, do jornalista Chico Felitti, da Folha de São Paulo. A moradora fugiu de um processo, nos Estados Unidos, depois de ser acusada de agressão e manter uma mulher trabalhando em condição análoga de escravidão durante décadas. O imóvel abandonado tem mais ou menos 500 m², são 10 m de largura e 50 m de comprimento. Mesmo com toda essa história da moradora, o imóvel é avaliado em torno de R$ 10 milhões. Na vizinhança, moradores próximos a mansão relatam que não tem o mínimo interesse em morar na casa.

No processo de inventário do imóvel de 2019, havia uma dívida de mais de 10 anos sem pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e segundo a Procuradoria-Geral do Município, atualmente, não consta dívida ativa do imóvel. Além dessas questões tributárias, existe uma briga judicial aonde herdeiros acusam Margarida de trocar a fechadura do portão e não dar a chave a mais ninguém. Ela disputa a herança com os irmãos, ao todo são três herdeiros que disputam a divisão do dinheiro do valor da venda da casa.

Foto destaque: Margarida Bonetti é moradora da mansão abandonada no bairro de Higienópolis. Reprodução/Jornal Record - R7.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo