Saúde

Novo surto de Covid atinge diversas partes da China

A hashtag #MédicoseEnfermeirosPersistentesTrabalhamDuro virou tendência nos últimos dias, e os veículos estatais elogiam a contribuição destes profissionais para o combate à covid-19.

3 min de leitura
26 Dez 2022 - 21h22 | Atualizado em 26 Dez 2022 - 21h22

A suspensão de muitas das restrições chinesas no combate à Covid-19 causou surtos em todo o país. Enfrentando uma forte escassez de kits de teste rápido, diversas províncias chinesas como Zhejiang, Anhui e Chonqing, estão implementando uma nova política que permite que pessoas assintomáticas ou com sintomas fracos da doença retornem ao trabalho.

Na rede social Weibo — equivalente, na China, ao Twitter — a hashtag relacionada a este anúncio foi lida 33 milhões de vezes desde segunda-feira (19).

"Não houve preparação nos últimos três anos, e, de uma hora para outra, as restrições são suspensas, e você é autorizado a ir trabalhar doente. Nossas vidas são inúteis, como a das formigas", diz um comentário curtido 200 vezes na rede.


Mesmo com o surto, as fronteiras do país asiático continuarão abertas. (Post: Twitter/@A-NEWS)


"Apenas alguns meses atrás, as pessoas eram presas quando iam ao trabalho com teste positivo", segundo outro comentário, com quase mil curtidas.

O G1 averiguou que alguns chineses residentes no exterior que voltaram ao país ficaram surpresos ao descobrir a rapidez com que o vírus está se espalhando. "Nunca havia tido covid nos últimos anos enquanto morava no exterior, mas peguei dias depois de voltar... Todo mundo que conheço está pegando covid e tendo febre - por isso, se você puder ficar fora do país por um tempo, não volte", escreveu um usuário na Xiaohongshu, outra rede social popular na China.

O jornal independente South China Morning Post informou na semana passada o surgimento de novos protestos entre estudantes de Medicina que exigem "melhor pagamento" e proteção aos profissionais da linha de frente no combate à doença. Estas manifestações não foram mencionadas pela imprensa estatal. Mas, imagens e vídeos de protestos são rotineiramente censurados.

"Os jornais de diversas cidades reconheceram que o número de ligações para os serviços de emergência está "aumentando" e apelaram às pessoas que somente ligassem se fosse absolutamente necessário", afirma a reportagem da BBC publicada pelo G1.

Algumas imagens que circulam nessas redes mostram profissionais de saúde dormindo sobre suas mesas, exaustos e recebendo soro intravenoso. ”Mais de 10 milhões de usuários de redes sociais assistiram a um vídeo postado nos últimos dias que mostra um homem de joelhos, implorando para que seu filho fosse tratado em uma clínica em Guangdong — a Província que tem o maior número de casos”, afirma a matéria.

 

Foto Destaque: Chineses caminhando todos com máscaras de proteção individual. Reprodução/Twitter/@BernardoLpezRi1

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo