Notícias

Navio de grãos deixa porto na Ucrânia pela primeira vez após meses de bloqueio russo

Embarcações de exportação da Ucrânia estavam paralisadas desde a invasão da Rússia em fevereiro; outros navios podem voltar a circular ainda nesta semana, conforme acordo entre os países

3 min de leitura
01 Ago 2022 - 09h00 | Atualizado em 01 Ago 2022 - 09h00

O navio Razoni zarpou do porto da cidade de Odessa, na manhã desta segunda-feira (1), transportando cerca de 26 mil toneladas de milho com destino ao porto de Trípoli no Líbano, segundo informações do governo turco, responsável pelo monitoramento das cargas.

A partida do primeiro navio comercial ucraniano a zarpar desde a invasão russa ao país aconteceu após semanas de negociações entre a Rússia e a Ucrânia, coordenadas pela Turquia e pelas Nações Unidas.

A embarcação com a bandeira de Serra Leoa, que navegará pelo Mar Negro, ainda deve parar para inspeções em Istambul no dia 2 de agosto. Segundo o Ministério da Defesa da Turquia, outros navios irão zarpar “respeitando o corredor e as formalidades acordadas”. De acordo com o ministro da Ucrânia, outros 16 navios ucranianos aguardam para partir.


Cerca de 26 mil toneladas de milho estão sendo levadas da Ucrânia com destino ao Líbano nesta segunda-feira. (Foto: Reprodução/Pexels)


A Ucrânia é o 4° maior exportador de milho do mundo, por isso a possibilidade de exportá-lo via portos é um sucesso colossal para garantir a segurança alimentar global”, disse o ministro ucraniano Oleksandr Kubrakov.

A interrupção da influência da Ucrânia na exportação mundial, pelo bloqueio russo, gerou um aumento acentuado dos preços dos grãos e cereais pelo mundo e afetando principalmente o Norte da Africa e o Oriente Médio.

Kubrakov afirmou ainda que o desbloqueio dos portos fornecerá cerca de “$1 bilhão em receitas cambiais para a economia e uma oportunidade para o setor agrícola se planejar para o próximo ano”.

Segundo o acordo, foram liberados para navegação comercial os portos de Odessa, Chornomorsk e Pivdenny. Um total de 22 milhões de toneladas de grãos poderão ser enviadas aos países compradores, além de outros insumos agrícolas, pelos próximos nove meses.

 

Foto Destaque: Navio de grãos deixa porto na Ucrânia pela primeira vez após meses de bloqueio russo. Reprodução/Twitter

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo