Nanda Costa relembra críticas por interpretar mocinhas: “Dou risada”

Publicado 23 de Apr de 2021 às 16:00

Nanda Costa, de 34 anos, relembrou as críticas que recebia no passado por interpretar mocinhas consideradas fracas pelos telespectadores. "Não me dói como antigamente. Antes eu sofria, hoje eu dou risada", disse a atriz que interpretou Morena, em Salve Jorge (2012), sua primeira protagonista.

Em 2021, a atriz completa 15 anos de carreira. Em entrevista à coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo, Nanda refletiu sobre suas experiências profissionais desde que estreou na TV como a personagem Madá, de Cobras & Lagartos (2006), e elencou Salve Jorge como o ponto mais complicado de sua trajetória. "O momento mais difícil foi este, por ser protagonista, pelo volume de trabalho, pela quantidade de cenas. E foi o que me projetou nacionalmente. Na época, também vi que as pessoas falam muito. Fui entendendo que quanto mais sucesso a gente faz, mais dão pitaco", avaliou.


 Nanda Costa relembra críticas por interpretar mocinhas: “Dou risada” (Foto: Divulgação/TV Globo) Nanda Costa relembra críticas por interpretar mocinhas: “Dou risada” (Foto: Divulgação/TV Globo)


 Nanda Costa está atualmente no ar na reprise de Império na faixa das 21h da Globo e afirmou que agora fica feliz quando comentam sobre ela. "Mas ninguém taca pedra em árvore que não produz fruto, né? O ônus é do tamanho do bônus. Entendi isso há algum tempo. Hoje em dia ouço e fico feliz. E agora quando vejo que estão comentando muito, fico feliz. Não me dói como antigamente. Antes eu sofria, hoje eu dou risada. O ser humano tem essa mania de ficar preocupado com a crítica. Hoje em dia eu vejo que foi muito mais positivo", relatou a artista.

Latino desabafa sobre briga com Anitta: “Fui humilhado”

Gabigol revela seu Top 3 do 'BBB' e diz que fará dancinha de Arthur em jogo

Ex de Ivy Moraes fala sobre o fim do relacionamento: 'Não posso carregar uma única parcela de culpa'

Em Salve Jorge, Nanda deu vida à personagem Morena, uma jovem que aceita um trabalho no exterior, mas acaba caindo em uma rede de tráfico humano e exploração sexual. "Vejo muita gente que acompanhou a novela. A obra fez o maior sucesso fora. Fiquei impactada quando vi o relato de uma mãe que percebeu que a filha vivia uma situação igual à da Morena na novela. Aí essa história fez a polícia invadir o cativeiro em Madri, na Espanha, e tinham outras seis meninas lá. A denúncia aconteceu por causa da novela. Foi um trabalho importante neste contexto também", finalizou a atriz que interpretou Érica na novela Amor de Mãe (2019) que acabou recentemente. 

 

(Foto destaque: Nanda Costa relembra críticas por interpretar mocinhas: “Dou risada”. Reprodução/Instagram)

Deixe um comentário