Notícias

Mourão diz que CPI do MEC "servirá apenas para exploração política"

Vice-presidente Mourão diz que a Polícia Federal e o Ministério Público já apuram indícios de irregularidades no Ministério da Educação (MEC) e que não existe razão para criação da comissão de inquérito.

3 min de leitura
20 Jun 2022 - 21h00 | Atualizado em 20 Jun 2022 - 21h00

O Vice-presidente Hamilton Mourão disse que não há razão para a criação de uma CPI do MEC no Senado Federal. Os partidos de oposição aununciaram que irão fazer o pedido de criação da comissão de inquérito nesta terça-feira (28). Hamilton disse que a CPI do Ministério da Educação "servirá apenas para exploração política" e observou que a Polícia Federal e o Ministério Público já investiga irregularidades na pasta.

"Para mim, não é o caso [de criação da CPI do MEC]. A Polícia Federal e o Ministério Público estão tratando do assunto. Servirá apenas para exploração política, como foi a da COVID-19", disse Hamilton Mourão para a CNN.


Prédio do Ministério da Educação (Foto/Reprodução-Gazeta do Povo)


O líder da oposição no Senado Federal, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), informou que reuniu 28 assinaturas para a criação da comissão de inquérito, uma a mais que o mínimo necessário. Sendo feita, a CPI do Ministério da Educação deve ser como focos suspeitas de corrupção na gestão do ex-ministro Milton Ribeiro e na distribuição de recursos pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação). Agora, a instalação do colegiado depende do aval de Rodrigo Pacheco (PSD-MG), presidente da Casa, que é composta por 81 senadores.

A criação da CPI ganhou força na semana passada, após o ex-ministro da educação Milton Ribeiro e pastores denunciados terem sido presos pela Polícia Federal. Eles já foram soltos, mas a investigação continua. Milton Ribeiro foi preo no dia 22 e solto no dia 23, na ação da Polícia Federal que investiga a suposta atuação de pastores na liberação de recursos do Ministério da Educação. Foi em Marco deste ano que se tornou conhecida uma gravação na qual Ribeiro, ainda como ministro, disse que priorizava o repasse de dinheiro aos municípios indicados por pastores e que, ao fazer isso, atendia a um pedido de desculpas do presidente Jair Bolsonaro.

Foto Destaque : Vice-presidente Hamilton Mourão. Foto/reprodução/G1.

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo