Moda

Modelo da Chanel, Mari Beltrame, assume novo empreendimento voltado a práticas de yoga e autoconhecimento

A modelo Mari Beltrame mostra como quer poder auxiliar outras pessoas a cuidarem de si mesmas, e encontrarem suas essências.

3 min de leitura
01 Nov 2021 - 19h50 | Atualizado em 01 Nov 2021 - 19h50

Assim como o mundo todo, durante a pandemia, a modelo Mari Beltrame também passou por um período de imersão e autoconhecimento. A diferença é que ela decidiu ampliar seus aprendizados, ajudando outras pessoas a se curarem de suas amarras. A modelo, com passagem por grifes como Chanel e Ellus, vive hoje em consonância com seus propósitos, graças à descoberta da prática de yoga, na qual se especializou e hoje é professora. E agora, quer poder auxiliar outras pessoas a cuidarem de si mesmas, e encontrarem suas essências.


Mari Beltrame. (Foto:Reprodução/Internet)


Mari concordou em responder algumas das nossas perguntas para explicar melhor o novo momento.

Qual o sentimento em relação a dualidade entre os lifestyles de modelo e o novo empreendimento?

Pra mim o caminho é não dualidade, é exatamente unir o que há de melhor na moda com o yoga. Porque a moda também me ajudou a ser a pessoa e profissional que sou hoje.


Mari Beltrame é modelo da Chanel. (Foto:Reprodução/internet)


Como eu comecei muito nova e sempre foquei muito na carreira, chegou um momento que eu comecei a me questionar qual o motivo de eu estar ali, o porquê de fazer o que eu fazia. Senti que faltava propósito, foi aí que eu conheci o Yoga e comecei a buscar o que realmente fazia sentido dentro de mim. Do que eu gostava, o que me deixava feliz, quem sou eu, o que eu vim fazer aqui… e foi aí que eu descobri que havia muita coisa que eu queria fazer na vida e que o foco era justamente esse: a vida.


Mari Beltrame encontrou um novo propósito na carreira. (Foto:Reprodução/Internet)


Você encontrou esse propósito? 

Sim, encontrei. E o que eu quero fazer é criar experiências para que as pessoas possam se conectar com elas mesmas e com a natureza.

Apesar de ser ter sido muito corajosa em relação a viajar sozinha e ir em busca do meu sonho de ser modelo, eu sempre tive muito medo da vida: altura, água, falar em público, dirigir. E quando eu comecei a me aprofundar em mim mesma, vieram vários questionamentos. Um deles foi: por que a pessoa consegue e eu não? O que muda entre nós? E eu percebi que era o mindset. E foi, então, que eu vi que a saída era pra dentro, no auto conhecimento.


Hoje, Mari se mostra ligada à natureza. (Foto:Reprodução/internet)


Ano passado eu saltei de paraquedas, dei aulas de yoga pra grupos grandes, comecei a dirigir, pratiquei mais esportes que me desafiavam, falei em público.

Essa minha própria transformação que me motiva a criar esse negócio. Uma casa de experiências com foco na VIDA, no auto conhecimento, na conexão consigo mesmo(a) e com a natureza.

Como você pretende dividir seu tempo entre a carreira e a nova vida de empreendedora?

A ideia é fazer trabalhos de moda que estão alinhados com os meus valores. E trazer as pessoas pro meu lifestyle, ajudando a mudar as perspectivas delas.


"Tudo começa com o amor próprio", diz Mari. (Foto:Reprodução/Internet)


Qual seu maior aprendizado até aqui?

Que tudo começa com o amor próprio.

Se amar, se aceitar, priorizar, olhar para seus medos, feridas e se curar.

E que a vida é curta, nosso tempo é valioso.. por isso ame, faça o que te deixa feliz, corra riscos, viva. É preciso priorizar a vida, porque a vida não está no passado, nem no futuro… ela acontece no AGORA.

 

Deixe um comentário