Tech

Mobilidade elétrica atrai investidores e impulsiona startups de energia

Investimentos de Raízen e Vibra Energia em startups especializada em energia veícular elétrica, apontam para estabilidade no crescimento de carros elétricos no Brasil. Setor vem cescendo desde o ano passado.

3 min de leitura
15 Fev 2022 - 11h30 | Atualizado em 15 Fev 2022 - 11h30

A mobilidade elétrica é um investimento que vem atraindo cada vez mais investidores e empresas especializadas. Na primeira semana desse ano, companhias como a Raízen e Vibra Energia realizaram um financiamento em startups com foco em energia sustentável, conhecidas como Energy Techs. Uma parceria importante para o crescimento do setor, é o investimento de R$ 10 milhões na Tupinambá Energia, feitos pela Raízen, junto com a Plataforma Capital. A  Startup Tupinambá Energia foi criada em 2019 e é especializada em desenvolvimento de soluções de recarga para veículos elétricos no Brasil.

De acordo com o CEO da Tupinambá Energia, Davi Bertoncello, o terreno de mobilidade elétrica no Brasil está crescendo e demanda soluções cada vez mais integradas. “Em meio a uma forte e necessária discussão sobre inovação e tecnologia, nosso foco está na experiência do dono de carros elétricos. A parceria com a Raízen e a Plataforma Capital vem justamente para avançarmos ainda mais na construção de experiências”, aponta o CEO.



Renault Zoe foi o carro elétrico mais vendido no Brasil, no ano de 2021. (Foto:Reprodução/Renault)


“Acreditamos muito no crescimento e na plataforma da Tupinambá, especialmente pelo foco na usabilidade e experiência do cliente ao oferecer soluções mais limpas de energia. A sinergia dos negócios contará com nosso know-how e o suporte das unidades de negócio para que possam crescer de maneira sustentável e escalar rapidamente”, adiciona Frederico Saliba, VP de energia e renováveis da Raízen.

No começo de fevereiro, a Vibra investiu R$ 5 milhões na Easy Volt que opera em 9 estados, compondo veículos de passeio e frotas corporativas. Em sua rede de postos de recarga, os usuários de carros elétricos podem conectar os equipamentos com um aplicativo de celular. A Vibra ainda ressaltou que "pretende atuar na oferta de soluções de recarga de veículos elétricos, integrando soluções digitais e fornecimento de energia elétrica a partir de fontes renováveis tais como eólica e solar”.

Davi Bartoncello também é o diretor da Associação Brasileira de Veículos Elétricos (ABVE), e ele lembra que, para o setor da infraestrutura de recarga veicular, o ano passado foi um período de afirmação.“Em janeiro, a estrutura de recarga veicular pública e mista nacional não era maior do que 350 pontos por todo o país. O ano terminou com 1 mil pontos espalhados por todas as regiões. Para 2022, a perspectiva de crescimento continua a todo o vapor e a malha de recarga deve triplicar novamente nos próximos 12 meses”, concluiu.

Foto Destaque: Posto de recarga elétrica. Reprodução/GettyImages

Deixe um comentário

Lorena Bueri CEO, Lorena Bueri, madrinha perola negra lorena bueri, lorena power couple, lorena bueri paparazzi, Lorena R7, Lorena Bueri Revista Sexy, Lorena A Fazenda, Lorena afazenda, lorena bueri sensual, lorena gata do paulistão, lorena bueri gata do paulistão, lorena sexy, diego cristo, diego a fazenda, diego cristo afazendo